Vestibular ou Enem? Entenda melhor as diferenças entre eles

vestibular ou enem

Está em dúvida se faz vestibular ou Enem? Começar os preparativos para as provas com antecedência é uma maneira de estudar tudo o que você precisa para ter um ótimo desempenho e, assim, conquistar a tão esperada vaga no Ensino Superior.

No entanto, como escolher as melhores provas para fazer? Afinal, existem diversas opções que podem abrir portas para uma instituição de ensino de qualidade. De um lado, há o vestibular próprio das universidades. De outro, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), válido para várias instituições.

Nesse caso, como escolher as melhores alternativas para você? Neste post, mostraremos as principais diferenças entre o vestibular e o Enem. Acompanhe e saiba mais sobre o assunto!

O que é e como funciona o vestibular?

Para começar, que tal entender como funciona o vestibular? Esse é o nome dado ao processo seletivo que as instituições de ensino lançam para escolher os candidatos às vagas disponíveis dos cursos superiores.

Desse modo, trata-se de uma ou mais provas, elaboradas de acordo com as preferências de cada instituição de ensino. Para saber melhor as regras, é preciso conferir o edital das opções que você tem em mente.

O que é e como funciona o Enem?

Já o Enem é uma prova elaborada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Nesse caso, é um exame para avaliar os conhecimentos obtidos pelos alunos no Ensino Médio.

Por isso, acaba sendo uma excelente maneira de selecionar candidatos para vagas no curso superior. Então, diversas instituições de ensino aproveitam a nota do Enem como forma de ingresso.

O exame apresenta 4 cadernos, de 45 questões cada um, e uma redação dissertativa-argumentativa. Por isso, divide-se em dois dias:

  • o primeiro, com as provas de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas e a redação;
  • no segundo, ocorrem as avaliações de Matemática e Ciências da Natureza.

Qual a diferença entre eles?

Como visto, são dois processos avaliativos distintos. Mas o que mais difere entre o vestibular e o Enem? A seguir, confira os principais pontos que mudam nessas provas!

Processo seletivo

O vestibular é definitivamente um processo de seleção, enquanto o Enem é apenas um exame avaliativo. Desse modo, apesar de ambos poderem ser utilizados com a finalidade de aprovar os alunos em um curso, apenas o primeiro tem caráter seletivo.

Aplicação

A aplicação das provas de vestibular varia conforme as decisões de cada edital. Por outro lado, o Enem é aplicado em todo o território nacional, de maneira padronizada. Tanto é que os horários, as durações, as questões e os prazos são os mesmos para todos os candidatos.

Lista de aprovados

Após a realização da prova de vestibular, é estabelecido o prazo de divulgação dos resultados. É nesse momento em que os alunos têm acesso a uma lista com a posição em que ficaram no processo seletivo. Dessa forma, aqueles que obtiveram as maiores pontuações, dentro do número de vagas para cada curso, conquistam a aprovação e estão aptos para seguirem as próximas etapas.

No entanto, esse procedimento não ocorre no Enem. Como o exame não tem caráter seletivo, tudo o que os alunos recebem são as pontuações no prazo determinado. O que os estudantes resolvem fazer com essa nota que muda.

Afinal, existe a opção de usar o desempenho obtido no Enem para substituir a nota do vestibular, para se candidatar a uma vaga no Ensino Superior ou para se inscrever em programas, como o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que oferece oportunidades para instituições de ensino públicas.

Inscrição em outros programas

O vestibular só tem validade para as instituições de ensino que ele representa. Por outro lado, o Enem pode ser utilizado para diversas outras finalidades, seja para entrar no Ensino Superior ou para conseguir benefícios.

Por exemplo, é possível aproveitar a nota do Enem para se candidatar a bolsas de estudo parciais ou integrais, como o Programa Universidade para Todos (Prouni). Outra opção é utilizar a pontuação do Enem para conseguir um financiamento estudantil governamental, o Novo FIES, que oferece menores taxas de juros.

Relevância do resultado da prova

O resultado obtido nas provas também muda. Para passar no vestibular, basta conquistar um bom desempenho. Contudo, no caso do Enem, isso não garante necessariamente uma vaga na faculdade.

Afinal, por mais que o aluno obtenha um ótimo desempenho no Enem, se não se candidatar aos programas para aproveitar essa nota, nada ocorre. Sendo assim, é importante prestar atenção nos prazos e escolher as maneiras como você pretende utilizar a pontuação do exame.

Edições ao longo do ano

Como você viu, cada instituição de ensino define o edital para o vestibular próprio ou contrata uma banca responsável por esse trabalho. Desse modo, é possível que ocorra mais de uma edição por ano, o que não acontece com o Enem.

É por isso que é importante se planejar para realizar o exame, decidir o que levar para o Enem e se preparar para ter um bom desempenho nessa avaliação. Como só há uma oportunidade anual para realizar essa prova, é importante ter uma boa preparação.

É preciso ou não fazer os dois?

Depois de conhecer as opções, você está se questionando se é necessário fazer os dois tipos de prova? Então, saiba, desde já, que a resposta é: não. Tanto o Enem quanto o vestibular são exames que não apresentam nenhuma obrigatoriedade. Mas eles oferecem ótimas vantagens.

É por esse motivo que vale a pena considerar a realização das duas provas. Além disso, prestar mais de um vestibular é uma boa ideia, tendo em vista que aumenta as suas oportunidades de conseguir uma aprovação.

O que um ajuda no outro?

Fazer uma prova de vestibular pode ajudar a realizar o Enem, e vice-versa. Para começar, existe a preparação ao longo do ano para realizar essas avaliações. Os conteúdos estudados podem ser relevantes para os dois tipos de teste.

Além disso, é preciso considerar que o Enem envolve também resistência, por ser um exame de longa duração. Sendo assim, quanto mais você se acostumar com esse padrão de aplicação, que é utilizado em alguns vestibulares, maiores as chances de ter um bom desempenho no exame.

Isso sem contar que as suas chances de passar em uma vaga no curso superior aumentam consideravelmente ao utilizar as pontuações do vestibular e do Enem. Pense que, ao ter mais oportunidades, você pode aproveitar a melhor nota e ter outras opções, caso ocorram imprevistos no dia da prova.

E então, pretende prestar vestibular ou Enem? Ou decidiu realizar as duas provas? Como você viu, não é obrigatório fazer as duas opções. No entanto, quanto mais preparação, maiores as chances de conquistar a vaga. Sendo assim, tenha em mente todo esse contexto na hora de fazer a melhor escolha para o seu futuro.

Quer saber como dar início aos preparativos para as provas? Então, confira agora mesmo algumas dicas para mandar bem no Enem!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0