Como lidar com a pressão em volta do terceiro ano?

terceiro ano

A reta final do Ensino Médio é repleta de incertezas e expectativas. Os estudantes começam a pensar sobre faculdade, buscar oportunidades de emprego e refletir sobre tudo o que envolve a futura carreira. Não é à toa que tantos se deparam com a pressão típica do terceiro ano.

A rotina passa a incluir aulas e muitos reforços para mandar bem nas provas de diferentes instituições de ensino. Nessa situação, é esperado que os alunos fiquem perdidos e passem a demonstrar preocupações excessivas com notas e desempenho.

A boa notícia é que tem como amenizar os efeitos da maratona rumo ao vestibular. Se você está prestes a passar por ela ou já vivencia esse ritmo, fique de olho nas dicas que preparamos para ajudar!

Defina suas prioridades

O famoso terceirão se torna cansativo com o acúmulo de cobranças. Para evitar essa percepção de que falta tempo para tantos compromissos, você precisa categorizar as atividades. Decida quais são mais importantes para o caminho que quer seguir e vá cumprindo todas em ordem de prioridade.

Se chegar ao ponto de não dar conta de determinadas tarefas, você pelo menos garantiu aquelas que considera fundamentais para ter sucesso nas próximas etapas. Por exemplo, se o vestibular do curso que pretende fazer tem bastante foco na redação, coloque a produção textual no topo da lista de exercícios. O ideal é treinar a escrita ao longo do terceiro ano para chegar com tudo no dia da prova.

Tenha um cronograma de estudos

É muito mais fácil aprender com o apoio de um plano detalhado. Se você nunca produziu um cronograma, chegou a hora de tirar proveito dessa incrível ferramenta. Consiste, basicamente, em organizar as atividades de estudo em uma espécie de tabela que facilite o controle de todos os afazeres.

O cronograma deve estar de acordo com sua rotina atual, ou seja, se adaptar aos horários que você dedica ao lazer e ao descanso. Então, tire um tempo para observar sua agenda e encaixar o máximo de compromissos — sem que isso prejudique outras áreas, claro.

Você pode anotar tudo em um caderno ou planilha digital. O importante é ter esse material sempre à mão para consultar os prazos de entrega de trabalhos, as matérias a revisar e as datas das principais provas, por exemplo.

Pare de se cobrar tanto

É difícil colocar essa dica em prática, ainda mais quando o vestibular se torna assunto recorrente em sala de aula. Você começa a pensar que não tem capacidade de resolver questões ou sente que todo o esforço não será suficiente para dar conta da prova.

A autocobrança só gera ansiedade nos estudos, fazendo com que você perca a motivação para continuar sua caminhada. Também pode resultar em desconfortos físicos, com dores pelo corpo todo. Você não quer chegar a esse ponto, certo?

Procure enfrentar o terceiro ano como uma oportunidade para identificar seus pontos altos e baixos. Assim, é possível reforçar a consulta das matérias que você considera mais difíceis, o que fará com que chegue confiante na véspera dos processos seletivos.

Não deixe sua saúde de lado

Qualidade de vida é essencial para realizar diversas atividades. Se você está no terceiro ano, é provável que a rotina dos estudos tenha ficado mais intensa, o que demanda um reforço nos cuidados com a própria saúde.

Seu corpo e sua mente precisam de energia para funcionar a todo vapor. Logo, não deixe de investir em uma boa alimentação todos os dias. Você não precisa deixar o que gosta de lado, desde que a base da sua dieta seja composta de produtos naturais e ricos em nutrientes.

O descanso também atua na prevenção de doenças e desconfortos que atrapalham o aprendizado, como é o caso da fadiga constante. Então, capriche nos recursos que favorecem o sono, como meditação, ambiente escuro e temperatura confortável.

Separe um tempo para se divertir

O entretenimento faz parte de uma vida equilibrada e deve estar presente em seu dia a dia de estudante. Mais que boas risadas e interações com pessoas queridas, os momentos divertidos garantem a distração necessária para você se desligar dos compromissos por algumas horas.

As pausas recorrentes nos estudos evitam o desgaste físico e mental, melhorando seu desempenho e aumentando a satisfação com os próprios resultados. Por isso, inclua programas agradáveis em sua agenda — como esportes, cinema, festas, viagens — ao longo de todo o Ensino Médio.

Peça ajuda quando sentir necessidade

As frustrações do terceiro ano não precisam ser encaradas de maneira individual. Pense que, assim como você, outros estudantes ficam ansiosos para dar o melhor de si e provar que são capazes. Então, uma conversa franca com as pessoas que passam pelo mesmo dilema pode reduzir a preocupação de todos.

Outra possibilidade é trocar ideia com alguém que transmita segurança para você desabafar, como um irmão ou amigo próximo. Em casos mais complicados, quando o controle da tensão e de seus efeitos parece impossível, vale a pena consultar um profissional da área da saúde mental.

Conte com o apoio da tecnologia

Os aparelhos conectados à internet podem ser extremamente úteis nos estudos. Então, vale a pena você deixar as redes sociais e os jogos um pouco de lado e começar a explorar os recursos educativos. Existem plataformas com simulados, aplicativos de questões e até comunidades incríveis para compartilhar conteúdo com outros estudantes.

A ideia é incluir o celular ou computador na rotina de forma positiva, a fim de ganhar tempo e acessar temas relevantes com facilidade. Esse hábito vai agilizar suas revisões para mandar bem no Ensino Médio e no vestibular, trazendo estímulos frequentes para avançar cada vez mais.

E aí, percebeu alguma prática que já faz parte do seu dia a dia? É muito importante testar as mudanças quanto antes para conduzir seu terceiro ano com equilíbrio. Toda ajuda vale para reduzir os obstáculos e atingir suas metas no campo da educação.

Ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o post? Deixe seu comentário abaixo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0