Serviço Social: vale a pena fazer esse curso?

serviço social

Empatia, liberdade e justiça são algumas das palavras-chave por trás do ofício de assistente social. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, o curso de Serviço Social não é baseado em caridades e assistencialismos. A profissão vai muito além disso, com foco na defesa dos direitos humanos e na integração das pessoas na vida em sociedade.

Sem dúvida, trata-se de uma das profissões mais importantes do ponto de vista do desenvolvimento social e da luta pela igualdade de classes. Se você já pensou em fazer essa graduação, não deixe de ler este post. Vamos explicar como funciona o curso, qual a situação do mercado, quais as vantagens da profissão e por que vale a pena seguir essa carreira. Continue a leitura e inspire-se!

Como é o curso de Serviço Social?

A graduação em Serviço Social forma assistentes sociais para atuarem majoritariamente no combate às desigualdades do mundo contemporâneo. Para tanto, o ofício envolve o planejamento, a execução e o acompanhamento de projetos de cunho social que visam atender às necessidades dos grupos mais fragilizados.

Entre as demandas desses projetos destacam-se ações para melhorar as condições de saúde, alimentação, habitação, educação, segurança, entre outras necessidades básicas para que os indivíduos tenham uma vida digna em sociedade. Para fazer isso no dia a dia da profissão, os assistentes sociais utilizam os conceitos teóricos e técnicas aprendidas durante o curso.

As disciplinas privilegiam uma formação humanista, abrangendo conteúdos como Sociologia, Filosofia, Política Social e Economia. A grade curricular também contempla disciplinas voltadas para a área do Direito e da Comunicação, visto que o assistente social estará em constante debate com o meio jurídico.

Dependendo da instituição de ensino, ainda poderá ser exigido um trabalho de conclusão de curso e/ou um estágio supervisionado durante os 4 anos da graduação.

Quais são as vantagens desta graduação?

Listamos alguns benefícios imediatos para quem faz um curso de Serviço Social. Confira!

Vasto campo de atuação

A assistência social é uma das profissões em alta nos dias de hoje justamente porque abrange inúmeras possibilidades de atuação, tanto no setor público quanto privado. No âmbito privado, inclusive, há uma grande demanda por esses profissionais para desempenharem atividades de consultoria, sempre zelando pela universalização dos direitos humanos.

Outra área de destaque são as ONGs que defendem causas a favor de pessoas que vivem à margem da sociedade. Assistentes sociais também têm lugar cativo em órgãos de saúde e de apoio psicológico, oferecendo condições para que as pessoas possam viver de uma forma mais justa.

desconto-universidade-cruzeiro-do-sulPowered by Rock Convert

Alto nível intelectual

Como se trata de um curso com uma carga de leitura elevada, o aluno desenvolve um pensamento crítico apurado que permite participar de qualquer debate sobre a vida em sociedade. Depois de formado, esse profissional terá amplo domínio de assuntos complexos relacionados aos movimentos sociais, política social do Brasil e do mundo, Direitos Humanos, diversidades e sociabilidades.

Reconhecimento profissional

Como sabemos, o direito à assistência social é de todo cidadão. É papel do Estado garantir que a população se beneficie por completo dos projetos sociais em prol de condições de vida mais igualitárias. Nesse sentido, podemos dizer que o ofício do assistente social traz enorme reconhecimento por parte do público atendido, contribuindo diretamente para a realização profissional e pessoal de quem atua no ramo.

Como é o mercado de trabalho na área?

Quando pensamos no trabalho dos assistentes sociais no Brasil, é natural relacionarmos as tarefas à parcela mais carente da nossa sociedade, pois estamos falando de um país com níveis consideráveis de desigualdade. No entanto, o mercado de trabalho desses profissionais é bem mais abrangente, incluindo outras parcelas da população em diferentes locais, como órgãos públicos, empresas, hospitais, escolas e universidades.

Também é equivocado pensar que a assistência social é exercida de forma voluntária ou atrelada às ações governamentais. Pelo contrário, os profissionais da área são muito bem remunerados para realizarem seu ofício, seja na esfera pública, seja na esfera das instituições privadas. Em seguida, listamos os principais focos de atuação dos assistentes sociais:

  • crianças e adolescentes em situação de abandono;
  • idosos com direitos violados;
  • pessoas com deficiência em processo de inclusão social;
  • jovens que estão se preparando para entrar no mercado de trabalho;
  • grupos familiares em situações de vulnerabilidade;
  • comunidades carentes que dependem de projetos sociais;
  • mulheres vítimas da violência de gênero.

O que esse profissional faz depois de formado?

Como vimos, a presença de um assistente social é bastante requisitada em diversos setores da sociedade, sobretudo aqueles relacionados a movimentos sociais a favor de grupos fragilizados. Portanto, esse profissional precisa estar ciente de que, depois de formado, lidará com situações que exigem muita empatia, excelente comunicação e exímio senso crítico.

A mediação de conflitos também será algo constante no trabalho de assistência social. Independentemente da causa em questão, a luta dos assistentes deve ser sempre pela liberdade e justiça, contribuindo para que as pessoas em situação de vulnerabilidade consigam se reintegrar de forma digna e justa à vida em sociedade.

Vale a pena fazer esse curso?

Nesse ofício, as virtudes e qualidades humanas falam mais alto do que os conhecimentos técnicos — muito embora a formação dos assistentes sociais contemple uma vasta carga de competências. O fato de poder lidar diretamente com os direitos humanos já é motivo suficiente para fazer esse curso, tendo em vista o compromisso com justiça social.

Além disso, conforme dissemos ao longo do post, essa é uma área com diversas possibilidades de atuação e boa empregabilidade. Quanto mais criativo, propositivo e ético for esse profissional, maiores serão suas chances de fazer um bom trabalho e ser reconhecido no mercado.

Se você ainda está com dúvidas se tem perfil para fazer o curso de Serviço Social, considere fazer um teste vocacional para tomar uma decisão mais direcionada. Porém, qualquer que seja sua escolha, lembre-se de estudar em uma instituição de referência para obter um diploma valorizado. Para isso, conte com a Cruzeiro do Sul Educacional!

Siga nossas redes sociais e fique por dentro de mais conteúdos como este! Estamos no Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e LinkedIn.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0