A importância da revisão de conteúdo nas matérias da faculdade

revisão de conteúdo

Quem é estudante segue uma rotina repleta de atividades. Elas envolvem frequentar as aulas presenciais ou a distância e cumprir tarefas complementares ao que foi ministrado pelos professores. Você costuma se dedicar à revisão de conteúdo por meio de leituras, produção de resumos e resolução de exercícios?

Essa prática favorece o aprendizado, ajuda a manter o foco nos estudos e pode ser feita em diferentes espaços. Ou seja, todo mundo pode desfrutar dos benefícios da retomada dos assuntos, conceitos, fórmulas e discussões presenciadas no ambiente de ensino.

Quer saber qual é a importância da revisão de conteúdo e como fazê-la? Prossiga com a leitura e confira ótimas dicas!

Por que revisar matérias constantemente?

É importante fazer a revisão dos conteúdos para que você memorize as informações obtidas em sala e consiga retê-las. Esse processo é diferente da famosa “decoreba”, que consiste em guardar dados por tempo limitado com o único objetivo de reproduzi-los em uma situação específica, como passar em uma prova — o que leva ao rápido esquecimento.

A memorização ocorre quando você realmente conquista o domínio sobre determinada disciplina. E para exercitá-la, é crucial consultar os mesmos materiais várias vezes, até que consiga compreender os temas a fundo e seja capaz de reproduzi-los a qualquer momento.

Tenha em mente que a aprendizagem costuma acontecer de forma gradual. Por isso, depende bastante da revisão de conteúdo. Essa repetição das matérias deve ser praticada constantemente, tanto no dia a dia dos calouros quanto no último semestre dos veteranos da faculdade.

Como tornar a revisão de conteúdo mais eficaz?

Embora cada pessoa tenha uma maneira de fazer as coisas, existem técnicas de estudo que funcionam bem para diferentes perfis. Separamos várias delas para que você experimente e observe como afetam o seu desempenho na hora de aprender.

Adote uma rotina

Definir horários exclusivos para cada tarefa é o caminho mais simples para gerir o seu tempo. Para começar, reflita sobre as tarefas que você precisa cumprir a cada semana e, com base nessa análise, monte uma espécie de cronograma detalhado.

Determine momentos para estudar, descansar e curtir programas de lazer. O ideal é que a revisão ocorra nos períodos em que você tem mais energia disponível. E para controlar os minutos gastos em cada exercício, aposte na técnica Pomodoro ou use um cronômetro com alarme.

Organize o ambiente

Assim como a sua agenda, o espaço escolhido para revisar os conteúdos deve estar em ordem. Nada de deixar o ambiente bagunçado, pois a poluição visual pode gerar distrações e afetar a produtividade.

Busque um cantinho mais reservado e silencioso, onde ninguém consiga interferir na sua atividade. Se possível, converse com as pessoas à sua volta e peça que não atrapalhem o momento reservado aos estudos. Também vale a pena decorar o ambiente com objetos que te motivem, como quadros com frases positivas.

Trabalhe com checklists

A parte boa de estruturar um cronograma ou plano de estudos está na possibilidade de monitorar o status de cada tarefa. Assim, aproveite para analisar esse arquivo todos os dias e categorizar as atividades. Vá marcando as tarefas concluídas para ter um controle melhor.

Isso vai evitar confusões para que, cada vez que retomar a rotina de revisão, você saiba de onde parou. Como resultado, poderá otimizar o tempo e garantir que nenhum conteúdo fique esquecido.

Faça resumos e anotações

Escrever o que você entendeu sobre um assunto é uma ótima forma de assimilar a matéria. Isso explica porque tantos alunos gostam de produzir resumos enquanto fazem a revisão de conteúdo. Mesmo as anotações rápidas, em forma de tópicos e listas, podem ser úteis.

Se quiser fixar ainda mais um conceito, por exemplo, procure registrar os principais pontos à mão. Dessa forma, o foco naquilo que você escreve passa a ser maior, o que contribui para a compreensão.

Explique para um colega

Essa é outra forma eficaz de treinar o seu cérebro e descobrir se você compreendeu determinado assunto. Após estudar um conteúdo, procure expor suas percepções e falar em voz alta. Ao final, avalie sua apresentação e identifique pontos que precisam de ajustes.

Melhor ainda se você puder chamar um colega de aula para ouvir. Peça a essa pessoa que diga se entendeu a conversa e se ficou com alguma dúvida. Com o tempo de treino, sua habilidade em reter e repassar informações será aprimorada.

Utilize a tecnologia

Quase ninguém mais vive sem a companhia de um aparelho celular. Cabe a você aproveitar o lado bom desse dispositivo na hora de revisar os assuntos da faculdade. Em vez de usá-lo para conferir distrações, mensagens e publicações nas redes sociais, baixe ferramentas específicas.

Simulados com questões de vestibular, aplicativos para a gestão do tempo, grupos de discussão e agendas pessoais são bons exemplos de recursos que podem facilitar o seu processo de aprendizagem. E o melhor é que muitos são gratuitos.

Quais são os benefícios dessa prática?

A revisão de conteúdo só acrescenta vantagens à rotina de uma graduação. A partir do momento que consegue transformá-la em hábito, você acelera o domínio de conteúdos relevantes para a sua carreira, sem contar que chega aos dias das provas e dos exames com muito mais preparo.

Ter comprometimento com a retomada das matérias vistas em aula também evita a necessidade constante de lembrar dos assuntos essenciais. Isso é um problema porque gera retrabalho e um esforço extra. Em muitos casos, pode trazer sensação de esgotamento e deixar você sem força para continuar.

Ao estimular o cérebro e a memória constantemente, você previne o cansaço excessivo e reduz os sintomas de estresse ou ansiedade. Afinal, não terá mais disciplinas acumuladas para dar conta, o que significa menos preocupações e angústias relacionadas à vida acadêmica.

Por conta de seus benefícios, a revisão de conteúdo pode compor a rotina de estudantes e até de graduados que investem no aprendizado contínuo. Mesmo após a formação, ela vai ajudar você a atualizar diferentes tipos de conhecimento para se tornar um profissional qualificado na sua área.

Ainda não acompanha a gente pelas redes sociais? Siga os nossos perfis no YouTube e no LinkedIn!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0