Saiba como desenvolver a habilidade de resolução de problemas

Saiba como desenvolver a habilidade de resolução de problemas

Um mundo que está sempre passando por transformações exige preparo para qualquer mudança de rota, certo? Não é à toa que a resolução de problemas está entre as competências desejáveis aos profissionais da atualidade. Ela é o potencial de buscar soluções que vão além dos métodos tradicionais para favorecer os negócios.

Desenvolver essa habilidade é crucial para que você tenha condições de transitar em diversos ambientes, analisando cenários e contribuindo de forma constante com novas ideias. É um jeito de tornar o dia a dia de trabalho mais produtivo e estimulante para todos que fazem parte de uma equipe ou organização.

Quer saber por onde começar? Veja, agora, 7 dicas que vão ajudar você a resolver problemas!

1. Veja sob outra perspectiva

Desde o nascimento, cada pessoa vai desenvolvendo uma forma de pensar e agir, tanto no círculo íntimo quanto no espaço de trabalho. Isso pode dificultar a visualização de pontos considerados essenciais na resolução de problemas. Então, o que fazer para mudar essa percepção tão limitada?

Um bom exercício é deixar o seu modo de ver a situação um pouco de lado e tentar imaginar como outra pessoa encararia a questão. De preferência, alguém que você admira justamente por conta da resiliência e do interesse em enfrentar desafios, por mais complexos que sejam.

Em seguida, faça alguns questionamentos: o que ela faria na minha situação? Quais atitudes teria para lidar com as dificuldades apresentadas? É realmente uma brincadeira com objetivo sério, em que o protagonista passa a ser seu amigo, familiar ou colega de cargo.

2. Troque ideias com outras pessoas

Tendo como base a dica anterior, é fato que você terá muito mais insights se puder contar com o suporte de outras pessoas. Então, não hesite em expor a questão para debatê-la com outros grupos. Pode ter certeza de que cada indivíduo terá algo a contribuir, nem que seja abrindo os seus olhos para outras possibilidades.

A resolução de problemas fica muito mais leve quando há um esforço coletivo — tanto que esse modelo de participação é incentivado em muitas empresas. Afinal, por que contar com apenas uma opinião se você pode coletar diversas ideias relacionadas ao mesmo desafio?

Inclusive, quem é muito ansioso e se preocupa em excesso tende a encontrar, na equipe envolvida, o apoio necessário para conter os sentimentos negativos que surgem nos imprevistos. Ou seja, há a certeza de que nada pode superar a dedicação de um time unido em torno do mesmo obstáculo.

3. Anote todos os caminhos possíveis

É normal ficar com a cabeça fervilhando de pensamentos para tentar encontrar a saída rapidamente. Acontece que, nessa busca incessante pelo melhor caminho, você se esquece de algo simples: registrar as possíveis alternativas para resolver o seu problema.

Parece exagero recomendar isso, né? Pois saiba que muitas ideias podem ser perdidas durante esse período de constantes reflexões. A dica, portanto, é anotar tudo o que surgir de positivo para lidar com a questão, mesmo que pareça insuficiente no momento.

Depois, com os esboços reunidos, fica muito mais fácil sentar e discutir as possibilidades com quem se propôs a enfrentar o desafio ao seu lado. Pode acreditar: guardar as propostas assim que elas forem surgindo valerá a pena e poupará esforços nas etapas posteriores.

4. Simplifique a resolução de problemas

Nem sempre é fácil conter as emoções negativas diante de um percalço, mas esse cuidado é crucial para que a discussão não ganhe proporções muito maiores. A orientação geral é simplificar, ou seja, encarar o cenário como ele realmente é, sem causar um drama excessivo ou reclamações infundadas.

No calor do momento, tente conter as palavras e ações para não gerar conflitos desnecessários. Se possível, peça para que cada pessoa emita a sua opinião de forma breve, a fim de que todos possam ouvir e refletir sobre elas. Às vezes, pode ser necessário que o time se afaste por um tempo e retorne depois que os ânimos estiverem mais calmos.

5. Saia mais vezes da zona de conforto

Para aprimorar a sua habilidade de enfrentar situações complexas e imprevistos, é essencial sair cada vez mais da zona de conforto. Por que não aproveitar para testar novos caminhos? O que você perde ao se lançar em diferentes práticas para buscar um benefício comum?

Algumas pessoas, devido ao receio de não ter um desempenho satisfatório em tarefas complicadas, evitam se envolver em situações que fogem do controle. Isso é prejudicial em muitos casos porque não permite o contato com o desconhecido — e esse lugar incerto pode ser, justamente, o que trará as respostas que você precisa!

6. Perca o medo e a vergonha de falhar

Você precisa aceitar que os erros fazem parte da ação humana e, vez ou outra, vão acontecer. Depois que o incômodo está instalado, não adianta querer agir de uma forma extremamente perfeccionista. Cautela é bom, claro, mas não deixe que o medo ou a vergonha impeçam você de aplicar as suas ideias.

A própria resolução de problemas também pode ser falha, e você precisa estar ciente disso para não se abalar com um resultado ruim. O importante, em todo caso, é transformar as imperfeições em aprendizado para as próximas tomadas de decisão. Pode ter certeza de que, com o tempo de experiência, o seu olhar ficará cada vez mais atento.

7. Invista no aprendizado contínuo

É impossível não recorrer à boa e velha frase: conhecimento nunca é demais. Ela vale, principalmente, em tempos de mudanças tão rápidas e significativas, sejam elas voltadas a métodos de trabalho ou relacionadas a equipamentos e ferramentas.

O fato é que aprender continuamente trará recursos importantes para a sua atuação em estágios, empregos e, até mesmo, no empreendedorismo. Você pode investir em treinamentos, cursos superiores, especializações, palestras e qualquer outro programa que desperte a sua criatividade e o pensamento estratégico.

Entender um pouco de cada área não só é divertido, como também fornece instrumentos valiosos para a resolução de problemas. Ou seja, não se limite na busca por saberes que possam agregar qualidades à sua vida pessoal e profissional. Invista na capacitação constante e mire boas instituições de ensino.

Se você gostou deste artigo, compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas aproveitem as dicas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0Shares
0 0