Redação do Enem: 5 dicas para mandar bem nessa etapa

redação do enem

A redação do ENEM é uma das etapas que mais deixam os candidatos apreensivos, pois o resultado atingido tem um peso importante na classificação da faculdade onde quer entrar. Por isso, é tão importante começar a se preparar de forma antecipada.

É pensando na necessidade que muitos estudantes têm de aprimorar o seus textos, que trouxemos esse conteúdo. Aqui você verá detalhadamente como funciona uma redação do ENEM, por que começar a se preparar o quanto antes, como mandar bem nessa etapa e quais serão as habilidades avaliadas. Confira!

Como funciona a redação do ENEM?

A redação do ENEM é uma das etapas mais importantes da prova. Sendo assim, é muito importante saber como ela funciona, qual é a sua estrutura e quais são suas características e exigências.

Ao abrir a prova, na parte de redação, você encontrará alguns textos motivadores e o tema. Os textos motivadores podem vir em formato de texto jornalístico, infográficos, resenhas, material publicitário, entre outros. Eles ajudam a nortear qual será o seu caminho argumentativo. 

Depois, você encontrará o tema da redação, ou seja, sobre qual assunto você escreverá e, por último, o enunciado pedirá que você escreva uma redação dissertativo-argumentativa com 30 linhas, apresentando uma proposta de intervenção.

O que é um texto dissertativo-argumentativo?

O texto dissertativo-argumentativo é um gênero em que o autor deve dissertar sobre um tema, ou seja, expor aspectos, características, dados ou informações importantes acerca de um conteúdo e, ao mesmo tempo, defender uma tese sobre o tema proposto — por isso o nome “argumentativo”. 

É muito importante que a redação tenha uma estrutura organizada — introdução, desenvolvimento e conclusão — de forma que o leitor seja conduzido a uma determinada conclusão. O texto deve ser coeso, isto é, as frases devem ser bem construídas e estabelecerem boas relações, e coerente, portanto, as ideias devem ser harmoniosas e terem uma finalidade.

O que é a proposta de intervenção? 

Com a proposta de intervenção os avaliadores buscarão perceber se o candidato, além de compreender o tema proposto, também consegue pensar em uma solução cabível para o problema apresentado. Nessa parte, é o momento em que o participante demonstrará que, além dos conteúdos tradicionais, ele também teve uma formação cidadã na escola e está pronto para colaborar com a sociedade, apresentando propostas e soluções que visem diminuir os nossos impasses coletivos.

No momento de escrever a sua proposta de intervenção tente apresentá-la de forma bem detalhada, demonstrando o que será feito, quem ou qual órgão será o responsável por executá-la, de que forma será feita, qual é o objetivo dessa proposta, apresentado os detalhamentos para que ela seja bem executada. 

É importante se lembrar que a intervenção tem que ser algo factível e condizente com o que foi apresentado, ok? Então, nada de propor “estratégias de conscientização”, afinal nós queremos ações propositais e atitudes práticas.

Qual a importância de se preparar bem para a redação?

A redação do ENEM pede que nós demonstremos a nossa capacidade de organizar, selecionar, estruturar um texto, argumentar e propor soluções ativas para a sociedade atual. Por trás disso tudo, está uma pontuação de 1000 pontos! Algo que interfere diretamente na nossa média final da nota no ENEM, seja para participarmos do SISU, do ProUni ou do FIES

Como mandar bem nessa etapa?

Para mandar bem na prova do ENEM é muito importante conhecer o gênero que você está escrevendo, conhecer sobre o tema, buscar dicas para o ENEM e elaborar uma boa proposta de intervenção. Para isso, veja as dicas abaixo, elas ajudarão muito!

1. Estude sobre os temas em alta

Quando nos deparamos com um tema no ENEM precisamos dissertar sobre ele e, para isso, é importante conhecer sobre o assunto. Então, pesquise sobre os possíveis temas que podem ser abordados, leia sobre os conteúdos mais falados no ano e escute muitos canais de podcast. Você pode ouvi-los no caminho para a escola, para o trabalho, ao fazer exercícios físicos. Assim, verá que em pouco tempo saberá falar sobre assuntos diferentes, abordando perspectivas diversas.

2. Esteja atento à estrutura

A estrutura de um texto é importante para que as nossas ideias fiquem organizadas e também para que o leitor chegue onde queremos que ele chegue. O texto dissertativo-argumentativo funciona da seguinte forma: 

  • introdução: um parágrafo;
  • desenvolvimento: dois ou três parágrafos;
  • conclusão: um parágrafo. 

O ideal é que seu texto tenha até cinco parágrafos, afinal temos apenas 30 linhas para desenvolver um assunto. Na introdução apresente o tema, no desenvolvimento demonstre a sua argumentação e na conclusão construa a sua proposta de intervenção.

3. Tome cuidado com o português

Conhecer as regras da língua portuguesa é fundamental. Sendo assim, estude sobre colocação de preposições, pronomes, uso de vírgula e outras pontuações. Assim, você comete menos enganos. Além disso, também é importante aprender a usar de forma correta os conectivos e as conjunções entre as orações — porém, quando, entretanto, e, mais, ademais, portanto, etc — dessa forma, seu texto ficará muito mais coeso.

4. Leia o tema com atenção

O tema é a peça chave do nosso texto. Sendo assim, leia os textos de apoio com bastante atenção e marque as palavras-chaves que serão apresentadas no tema. Dessa maneira, você evitará perder nota por tangenciar o tema, isto é, fugir da temática mesmo que esteja falando sobre o assunto que o tema traz. 

Por exemplo, em 2016 o tema foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. Nas redações, muitos candidatos escreveram sobre “intolerância religiosa”, mas não falaram sobre os caminhos para combatê-la, portanto, eles trouxeram o assunto, mas não focaram no tema. Se cometer esse engano, você pode perder uma pontuação importante nessa etapa.

5. Aprenda a argumentar

A argumentação é uma das partes mais importantes da redação. Você terá um tema e sobre ele deverá defender uma tese, mesmo que seja de forma impessoal — aspecto que o gênero dissertativo-argumentativo pede. 

Ao defender a sua tese, elabore quais são os principais argumentos para defendê-la, dois ou três, e desenvolva cada um em um parágrafo. Você pode também trazer citações de outros autores, fatos jornalísticos, livros, seriados ou filmes que ilustrem a sua argumentação e trazem credibilidade para o seu texto.

Quais habilidades são avaliadas na redação?

De acordo com o MEC, na redação do ENEM são avaliadas cinco competências, veja quais:

  1. domínio da escrita formal da língua portuguesa;
  2. compreender o tema e não fugir do que é proposto;
  3. selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista
  4. conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  5. respeito aos direitos humanos — proposta de intervenção.

Cada competência tem o valor de 200 pontos e, por isso, é muito importante se concentrar em estudar e produzir textos com o objetivo de aprimorar a sua escrita em torno do que é pedido. Existem técnicas de redação que podem auxiliar muito nesse processo.

A redação do ENEM pode ser para muitos candidatos algo muito complexo. Porém, se você começa a pesquisar, ler, compreender sobre o assunto o quanto antes, maiores são as possibilidades de conseguir destaque nessa etapa e realizar o seu sonho de ir ao encontro do ensino superior!

Gostou do nosso conteúdo? Então, deixe um comentário no post e compartilhe conosco e com os demais leitores sua experiência?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0