Perfil de aluno: quais as diferenças entre presencial, EAD e EAD 4.0?

perfil de aluno

O ensino superior está muito mais acessível do que era há algumas décadas. Hoje, há vários caminhos para chegar ao tão estimado diploma de graduação. Isso porque as modalidades de ensino estão diversificadas e atendem a diferentes perfis de aluno — considerando as expectativas de vida universitária, a rotina e outros aspectos.

A maior parte dos cursos de graduação já é encontrada nas modalidades presencial e a distância (EAD). Além disso, há a metodologia que une os dois tipos de ensino. Cada uma dessas alternativas tem suas vantagens, mas o aproveitamento acadêmico depende, em grande parte, do perfil de aluno.

Continue sua leitura, saiba mais sobre os diferentes tipos de ensino e descubra em qual perfil você se encaixa melhor!

Qual é o perfil de aluno em cada modalidade de ensino?

Uns aproveitam a flexibilidade de estudar em qualquer horário e lugar e se saem muito bem nos estudos 100% online. Outros gostam mesmo é da interação com colegas e professores em sala de aula física. Alguns ainda preferem combinar as vantagens dos dois tipos de ensino. E você, sabe qual é o seu perfil de aluno? Avalie!

Presencial

Determinadas características são importantes para estudantes de todas as modalidades, como disciplina, organização, planejamento e comprometimento com os estudos.

Mas alguns pontos pesam mais no perfil do aluno presencial, principalmente frequência e pontualidade. Afinal, tanto para a média de avaliação quanto para a absorção do conteúdo, é necessário estar em sala de aula nos horários certos.

No ensino presencial, o estudante tem mais interação com colegas e professores. Sendo assim, os anos de universidade se tornam um período propício para a criação de um networking que pode perdurar para além da graduação e render bons frutos. Nesse ambiente, o aluno que evidencia suas habilidades e conhecimentos pode avançar alguns passos em sua escalada profissional. Isso é possível quando você:

  • sabe trabalhar bem em grupo;
  • demonstra interesse e participação durante as aulas;
  • se esforça para superar as barreiras da insegurança e consegue revelar seu potencial em apresentações de seminário;
  • tem dedicação extra para participar de atividades como programas de monitoria, iniciação científica etc.

A distância

Várias habilidades devem compor o perfil do aluno EAD para que ele tenha um bom aproveitamento acadêmico. Afinal, nesse formato, o estudante adquire mais responsabilidade sobre seus estudos. Ainda que os tutores estejam sempre à disposição para o esclarecimento de dúvidas, é você quem conduz seu próprio aprendizado. Para isso, é essencial desenvolver:

  • postura ativa;
  • autonomia;
  • gestão de tempo;
  • organização, planejamento e disciplina (a tríade do sucesso);
  • priorização dos estudos — não é porque tem flexibilidade que você pode sobrepor qualquer outro compromisso às atividades acadêmicas.

EAD 4.0

O perfil do aluno da metodologia EAD 4.0 reúne características dos outros dois tipos de estudante. Portanto, além de ter a devida dedicação durante os encontros presenciais, é necessário saber gerir o próprio processo de aquisição de conhecimento nos estudos online.

É importante mencionar que o domínio de tecnologias básicas é necessário em todas as modalidades de ensino, uma vez que a utilização de plataformas virtuais e materiais digitais é uma realidade da era em que vivemos.

Também vale pontuar que o aluno EAD 4.0 sabe aproveitar o tempo real que tem com seus educadores e colegas para exercer a troca de conhecimento. Não podemos negar que o ser humano necessita de contato social para reformular suas visões de mundo, e o diálogo presencial fornece experiências muito enriquecedoras nesse sentido.

O que considerar para fazer a escolha certa?

Não existe uma fórmula mágica — e imune a erros — para escolher o curso certo e a modalidade de ensino mais adequada, visto que sempre existe uma margem de dúvida em cada escolha que fazemos. Contudo, a melhor forma de fazer isso com boas chances de resultados promissores é avaliando as vantagens de cada opção.

Para começar, você deve observar o que é mais importante para você:

  • vivenciar as experiências de uma graduação tradicional, incluindo o contato diário com outros graduandos e as particularidades da vida universitária;
  • contar com horários flexíveis de estudo para conciliar a rotina de faculdade, trabalho e vida pessoal.

O ensino presencial é vantajoso para quem espera vivenciar o dia a dia ambientado na universidade, com interação, participação em diferentes atividades acadêmicas e diálogos frequentes com colegas que compartilham de visões semelhantes. Já as aulas EAD 4.0 permitem um pouco disso, além da liberdade de gerir grande parte dos conteúdos conforme a própria disponibilidade de tempo.

Por sua vez, o ensino EAD tem inúmeros benefícios, sobretudo para quem já tem o cotidiano repleto de compromissos profissionais e familiares. Nessa modalidade, flexibilidade, custo reduzido e aprimoramento de habilidades, como autonomia e gestão de tempo, estão entre as principais vantagens.

Como escolher a melhor instituição de ensino superior?

Como vimos, toda modalidade de ensino tem suas vantagens, portanto não há uma melhor que a outra. A escolha depende das características, necessidades e expectativas de cada pessoa. Assim, depois de identificar em qual perfil de aluno você se encaixa, também é importante avaliar os pontos positivos de sua futura instituição de ensino.

Para fazer a melhor escolha, você deve observar:

  • se os cursos são credenciados pelo Ministério da Educação (MEC) e quais são suas notas de conceito;
  • qual é a qualificação do corpo docente — e dos tutores, no ensino EAD;
  • como é a infraestrutura dos polos educacionais e recursos das plataformas virtuais;
  • como são elaboradas a grade curricular e a metodologia de ensino — propostas educacionais inovadoras favorecem um preparo acadêmico condizente com a realidade do mercado de trabalho;
  • se há parcerias de incentivo profissional e programas complementares disponibilizados aos alunos.

A escolha da graduação requer uma avaliação criteriosa para reduzir os riscos de arrependimento e desistência. Então, faça uma autoanálise, descubra qual é o seu perfil de aluno, pondere as vantagens de cada modalidade de ensino e observe os pontos fortes de sua futura instituição. Com essa soma de fatores, fica mais fácil vislumbrar o seu sucesso profissional!

Gostou de saber um pouco mais sobre os tipos de ensino e perfis de estudante? Se você está buscando informações sobre as possibilidades de carreira, conheça o nosso portal Núcleo de Carreira para encontrar as respostas que precisa!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0Shares
0 0