5 métodos de estudo que vão ajudar você a passar no vestibular

Novos aprendizados podem ser obtidos de diversas maneiras. Inclusive, é comum que, com o passar do tempo, cada pessoa desenvolva preferência por determinados métodos de estudo. Chegar a essa escolha, portanto, exige algumas experimentações para encontrar a opção ideal.

A vantagem de testar diferentes estratégias está na possibilidade de melhorar o seu desempenho, aumentar a motivação e ter sucesso na gestão do tempo durante a véspera do vestibular.

Ficou com vontade de saber mais? Acompanhe 5 sugestões de métodos e descubra os seus favoritos!

1. Resumos

Muito comuns na rotina de qualquer estudante, os resumos são essenciais para explicar assuntos de maneira rápida e concisa. Por conta disso, proporcionam agilidade naqueles períodos em precisamos consultar uma série de conteúdos em pouco tempo.

Ao elaborar seus resumos, você também acaba memorizando conceitos e fórmulas com mais facilidade. Isso porque estará transformando textos longos e complexos em frases simples, que possam ser compreendidas assim que forem lidas.

Adote o hábito de fazer resumos com frequência, principalmente quando precisar fixar temas específicos. Eles compõem as principais técnicas de redação e devem estar inclusos em sua rotina de estudo.

2. Mapas mentais

Estudantes visuais se identificam bastante com esse método, já que ele intercala frases e blocos de texto com símbolos, desenhos e outras representações. É como um resumo, mas seu diferencial está no fato de que imagens e outros elementos gráficos predominam entre as palavras.

Para quem está entediado com a rotina e precisa de um incentivo a mais no processo de aprendizagem, os mapas mentais podem ser ótimos aliados. Afinal, nada melhor que sair da rotina e fazer esquemas divertidos com figuras, setas e códigos.

Use o mapa mental sempre que você precisar de motivação para estudar. Se quiser deixá-lo ainda mais rico e atrativo, destaque os principais termos e as palavras-chave com cores chamativas.

desconto-universidade-cruzeiro-do-sulPowered by Rock Convert

3. Táticas mnemônicas

Populares entre os professores dos mais diversos níveis de ensino, essas táticas dão aquela força na hora de gravar sequências que não têm nenhuma relação lógica entre si. Muitas vezes, podem dar origem a citações engraçadas ou até remeter a músicas específicas.

Um exemplo antigo era a memorização da seguinte frase: “Minha vó tem muitas joias, só usa no pescoço”. Nesse caso, as iniciais de cada palavra representavam os nomes de todos os planetas do sistema solar, na ordem correta em que aparecem a partir do Sol:

  • M (Mercúrio);
  • V (Vênus);
  • T (Terra);
  • M (Marte);
  • J (Júpiter);
  • S (Saturno);
  • U (Urano);
  • N (Netuno);
  • P (Plutão).

Legal, não é? Por atuarem como auxiliares da memória, as táticas mnemônicas também merecem um lugar especial em seu cronograma repleto de métodos de estudo.

4. Simulados

Que tal testar seus conhecimentos e ter uma noção sobre o próprio desempenho? Isso é possível ao realizar provas que já foram aplicadas por diversas instituições de ensino. Basta acessar os sites das faculdades, baixar os cadernos e começar a resolver as questões.

Você também consegue encontrar, na internet, as avaliações anteriores do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para aproveitar os exercícios. Em todo caso, procure responder tudo antes de conferir o gabarito. Assim, saberá quais temas tiveram mais acertos e os conteúdos que precisam de reforço.

Quem procura praticidade pode baixar aplicativos para estudar e fazer simulados diretamente pelo celular. O ideal é cronometrar o tempo total de realização das provas, a fim de praticar para o dia do vestibular.

5. Áudios

Estudantes auditivos tendem a preferir conteúdos gravados, já que costumam memorizar assuntos enquanto ouvem e repetem determinadas frases. O fato é que todas as pessoas podem se beneficiar com aulas em forma de áudio.

A internet contém diversos podcasts que abordam o universo dos vestibulandos, bem como dicas, resumos de matérias e outras informações relevantes. A parte boa é que essa alternativa permite aprender enquanto estamos caminhando, treinando, andando de ônibus ou até relaxando – basta conectar os fones de ouvido e prestar atenção!

E aí, conseguimos ajudar você a definir os melhores métodos de estudo para a fase que antecede o vestibular? Se achar necessário, intercale as opções para tirar proveito máximo e arrasar nas provas.

Aproveitando o gancho do post, confira 4 técnicas para se concentrar nos estudos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0