Faculdade para quem gosta de desenhar: 8 opções para você conhecer

faculdade para quem gosta de desenhar

Representar objetos, pessoas e acessórios com imagens desenhadas é uma atividade prazerosa para você? Pois saiba que essa é uma habilidade necessária ao exercício de diversas profissões. E, se o objetivo é aplicá-la no dia a dia de trabalho, vale a pena investir em uma faculdade para quem gosta de desenhar.

As ilustrações têm inúmeras finalidades, como favorecer o processo criativo, melhorar o entendimento de um projeto e até tornar a apresentação de uma ideia mais atrativa para o público-alvo.

Os desenhos variam entre criativos ou técnicos, dependendo da área escolhida. Nesse sentido, é importante identificar qual tem mais a ver com o seu perfil para montar um plano de carreira e apostar em uma graduação que gere satisfação profissional.

Que tal conferir as opções que listamos para você? Prossiga com a leitura e faça a sua escolha!

1. Arquitetura e Urbanismo

Um dos mais lembrados quando o assunto é desenho, esse curso apresenta boa parte de suas disciplinas focadas em representações gráficas. Logo, é crucial que o estudante tenha a capacidade de reproduzir elementos diversos, desde paisagens até os detalhes estruturais de uma construção.

As possibilidades para demonstrar seu talento serão diversas, já que poderá incrementar as gravuras e croquis com pinturas (como aquarela e lápis de cor), texturas (conhecidas como tramas ou hachuras) e demais recursos que valorizem a proposta.

Em alguns casos, será necessário apenas um esboço manual para demonstrar uma solução aos professores e colegas. Em outros, o aluno deverá elaborar plantas, esquemas e outros materiais com base em normas específicas para cada tipo de projeto.

A diversidade de desenhos também exige que o estudante de Arquitetura e Urbanismo tenha curiosidade para aprender a usar ferramentas de representação gráfica. Softwares específicos são fundamentais para produzir figuras bidimensionais, perspectivas e maquetes eletrônicas com modelagem 3D.

2. Artes Visuais

Essa graduação forma pessoas para atuar em vários ambientes, que vão desde as indústrias criativas até algumas instituições de educação. Isso inclui espaços como universidades, museus, galerias de arte e grandes empresas que podem demandar habilidades em várias técnicas de criação.

Com tantas possibilidades de atuação, o mercado de Artes Visuais tem sido promissor para quem apresenta familiaridade com trabalhos de escultura, pintura, ilustração, curadoria, design de cena e até de games. No entanto, como toda área, essa exige que os profissionais desenvolvam um diferencial.

O estudante do curso costuma traduzir ou manifestar soluções por meio de linguagens não verbais. Logo, é crucial que desenvolva um olhar estético e humanizado capaz de transformar ideias em coisas concretas. Criatividade, comprometimento e mente aberta são essenciais para tal perfil.

Uma boa estratégia se você tem a finalidade de estudar Artes Visuais é pensar, desde já, em criar um estilo próprio. Isso permitirá transmitir sua identidade a partir dos desenhos e de outros trabalhos, de modo que tenha uma marca única entre os colegas de profissão.

3. Design de Interiores

Assim como a graduação em Arquitetura, o Design de Interiores costuma ser lembrado com frequência quando o assunto é faculdade para quem gosta de desenhar. Porém, seu principal foco é justamente o planejamento, a execução e o embelezamento dos espaços internos, sejam eles residenciais, comerciais, sejam corporativos.

desconto-universidade-cruzeiro-do-sulPowered by Rock Convert

Por conta disso, é esperado que o estudante tenha gosto pelos detalhes que compõem todos os itens utilizados na decoração de um recinto: acessórios, tecidos, mobiliário e eletrodomésticos, revestimentos, combinação de cores e materiais, recursos de iluminação, entre outros complementos.

O curso de Design de Interiores também prepara pessoas para representar soluções de projeto com desenhos digitais ou feitos à mão. Assim, é esperado que a turma saiba fazer desde esboços simples até o detalhamento de peças diversas (uma poltrona, um espelho, uma luminária etc.).

Também é importante que o aluno produza imagens de ambientes em perspectiva, a partir de diferentes ângulos. Esse tipo de desenho facilita a compreensão do layout (com a distribuição e a disposição de cada elemento) e permite analisar as combinações que determinam a estética do local.

4. Moda

Quem conta com um olhar apurado e gosta de acompanhar tendências já tem um bom caminho andado para começar uma carreira no mercado da moda. Afinal, essa é uma área que sofre mudanças drásticas em pouco tempo, demanda atualização constante por parte dos profissionais.

Seja modelista, coordenador de produções ou consultor, não importa: praticamente todos os cargos exigem conhecimento das técnicas para desenvolver peças e acessórios para a indústria de confecção. A capacitação possibilita criar estampas, cortes e caimentos adequados, sem perder qualidade.

É para dar conta de cada processo que o estudante de Design de Moda aprende a representar suas ideias com esboços manuais ou figuras digitalizadas. Cada detalhe extra deve ser valorizado para que o projeto chegue o mais próximo das características desejáveis ao produto final.

O aluno também costuma colocar a mão na massa, o que permite integrar teoria e prática para transformar croquis em roupas e outros itens do vestuário. Essas atividades geralmente são exercidas na disciplina de oficina de desenho, em laboratórios de costura ou em estúdios fotográficos.

5. Engenharia (civil, mecânica, mecatrônica e elétrica)

Quem já pesquisou sobre diferentes tipos de Engenharia sabe que boa parte deles exige alguma habilidade com desenhos. Diferentemente da Arquitetura e do Design de Interiores, as representações nessas áreas costumam ser bastante padronizadas e não exigem traço artístico.

Isso ocorre porque os projetos devem simular perfeitamente a composição de estruturas, instalações e equipamentos. O objetivo é demonstrar como funcionam seus sistemas para que não haja erros na hora de construí-los ou repará-los.

Confira, a seguir, quatro exemplos de faculdades que incluem algum tipo de desenho na grade curricular:

Você imaginava que tantos cursos envolviam disciplinas de representação gráfica? A melhor parte é que todas as opções citadas estão disponíveis na Cruzeiro do Sul Educacional. Além de graduações, oferecemos diferentes modalidades de especialização para quem deseja dar continuidade aos estudos.

Se esse é o seu objetivo, isto é, obter uma formação completa, considere o ingresso em uma faculdade para quem gosta de desenhar. Temos certeza de que as nossas sugestões serão úteis para você tomar a melhor decisão e construir uma carreira de sucesso.

Quer saber mais sobre o processo seletivo na Cruzeiro do Sul Educacional ou tirar dúvidas específicas? Entre em contato conosco pelo site e descubra como podemos ajudá-lo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Pra passar no vestibularPowered by Rock Convert

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0