educomunicacao

Educomunicação: conheça os diferenciais dessa graduação!

Já ouviu falar em Educomunicação? O termo pode ainda não ser tão conhecido, mas quem quiser planejar carreira nessa área vai encontrar um caminho promissor. Trata-se de uma graduação que reúne conteúdos de educação e comunicação e incentiva o aprendizado com base nas mídias atuais.

Essa é uma profissão recente, desenvolvida para atender a necessidade de reformulação nos métodos de ensino-aprendizagem, principalmente para estimular o interesse e o engajamento do público mais jovem. Ficou interessado? Acompanhe as informações que preparamos neste post!

O que é Educomunicação?

Considerada uma das profissões do futuro, a Educomunicação traz uma cara nova ao cenário educacional e propõe modelos alternativos aos métodos tradicionais. O profissional dessa área trabalha com técnicas mais dinâmicas para incentivar o aprendizado e utiliza recursos que têm sido cada vez mais utilizados como meios de comunicação.

O termo representa a interface das práticas educacionais com os conhecimentos em Comunicação Social — área que abrange os cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas.

Apesar de aplicar práticas atuais, o foco dessa gradução continua sendo o aprendizado do aluno, mas com maneiras de estimular a comunicação em sentido amplo. Afinal, alfabetizar não significa apenas ensinar a leitura e a escrita, mas, principalmente, desenvolver habilidades para se comunicar.

O que faz um educomunicador?

O professor é aquele que detém uma bagagem de conhecimento e tem competência didática para transmitir informações para os alunos. Já o educomunicador aproveita a importância das mídias para o jovem e usa esses recursos como ferramentas facilitadoras do processo educativo.

Com o uso construtivo dos recursos de comunicação, o educomunicador ajuda a formar pessoas com senso crítico e mais conscientes de sua influência na sociedade. Assim, o profissional auxilia os jovens na elaboração de atividades diferenciadas — como um blog, um jornal ou uma rádio — para que eles possam explorar seus próprios conhecimentos e, ainda, divulgar informação útil para que outros tenham acesso.

Como é o mercado de trabalho?

Com o curso de Licenciatura em Educomunicação, o profissional pode dar aulas de comunicação para jovens do ensino médio. Além do contexto escolar, o educomunicador também está apto a prestar consultoria em veículos de mídia, órgãos governamentais, organizações do terceiro setor, entre outras áreas.

O mercado de trabalho para o graduado nessa área tem ficado cada vez mais forte no cenário da educação a distância (EAD), no qual, certamente, haverá necessidade crescente de profissionais capacitados nos próximos anos. Outra possibilidade de seguir carreira é no campo de pesquisa, já que se trata de uma profissão recente e que ainda pode ter novas técnicas desenvolvidas.

Como é o curso de Educomunicação?

A graduação tem duração de 8 semestres e o aluno recebe o título de licenciado, o que o habilita a lecionar em instituições de ensino públicas e privadas. As disciplinas abordadas logo no início do curso incluem:

  • Empreendedorismo;
  • Linguagens, Tecnologia e Sociedade;
  • Legislação e Ética na Comunicação;
  • Música: Comunicação e Experiência Estética;
  • Tópicos em Educomunicação.

Ao longo do curso, o estudante ainda tem contato com muitas outras matérias que abordam temas em comunicação, mídia, sociedade e práticas educacionais. Então, se você está em fase de escolha de faculdade, coloque a Educomunicação na sua lista — um passo certo para o seu futuro profissional.

Aproveite para saber mais informações sobre o curso de graduação em Educomunicação da UNIFRAN!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.