Educação continuada: veja porque você não pode parar de investir nos estudos!

educação continuada

É com a frase “Stay hungry, stay foolish“, traduzida como “Permaneça faminto, permaneça tolo“, que Steve Jobs encerrou seu famoso discurso na Universidade de Stanford em 2005. Esse é um ótimo conselho para futuros profissionais, pois evoca a necessidade de buscar aprendizados continuamente.

O conceito de educação continuada consiste justamente em se atualizar e aprender constantemente. A ideia é que o conhecimento de um profissional não se encerra quando ele conquista seu diploma do Ensino Superior. Afinal, as demandas do mercado de trabalho mudam sempre, e é importante reciclar e expandir a formação.

Para que você entenda melhor essa ideia e confira algumas formas de continuar estudando, preparamos este texto. Confira!

O que é educação continuada?

Em resumo, a educação continuada é a prática de atualizar a sua formação constantemente, iniciativa muito valorizada no mercado de trabalho. O conceito também é chamado muitas vezes de lifelong learning — em tradução literal, aprendizagem vitalícia.

Assim, é a ideia de que a aquisição de conhecimentos não tem data de início e fim e, por isso mesmo, não se restringe ao período de graduação. Pelo contrário, é uma jornada que dura a vida toda, com impactos na carreira e no próprio desenvolvimento pessoal.

Qual é a importância para a carreira?

O primeiro motivo para praticar a educação continuada é construir um perfil mais competitivo no mercado. Afinal, os recrutadores valorizam profissionais que se interessam por aprender sempre mais. Não é à toa que uma pós-graduação, por exemplo, pode aumentar o salário em até 118%, de acordo com a Pesquisa Salarial da Catho, divulgada pelo portal G1.

Além desse efeito prático, um curso de extensão, a participação em simpósios ou qualquer outro tipo de atividade educativa para além da graduação pode resultar no desenvolvimento de habilidades profissionais, no fortalecimento de uma rede de contatos e na ampliação da sua perspectiva profissional.

Essa cultura de aprendizado contínuo traz impactos positivos até mesmo na sua vida pessoal. Isso porque, ao buscar maior conhecimento técnico e visão de mercado, você terá autoestima profissional e mais chances de construir uma carreira da qual se orgulha, o que leva à realização pessoal.

Como investir em educação continuada?

Agora que você já sabe o que é educação continuada e qual é sua importância, dê uma olhada em algumas das principais possibilidades para enriquecer sua formação mesmo após conquistar seu diploma!

Pós-graduação lato sensu: especialização e MBA

A pós-graduação lato sensu — expressão latina que significa “em sentido amplo” — inclui os programas de especialização e Master Business Administration (MBA). Esses cursos têm carga horária mínima de 360 horas e conferem certificados após seu término.

Em geral, são formações mais práticas e, como o próprio nome indica, voltadas para uma atuação mais ampla no mercado. Os cursos de pós-graduação lato sensu não costumam ter processo seletivo, então, para começar um, basta realizar a matrícula apresentando o diploma de graduação.

Na especialização, você poderá aprofundar um pouco mais os conhecimentos em determinada área relacionada à sua formação original. Já no MBA, o profissional estuda para se tornar um líder na área de negócios, sendo uma pós-graduação bastante voltada para a gestão.

Pós-graduação stricto sensu: mestrado e doutorado

Já a pós-graduação stricto sensu — “em sentido estrito” — inclui o mestrado e o doutorado. São cursos bastante específicos e com atuação mais focada: os mestres e doutores geralmente trabalham com pesquisa e docência no Ensino Superior.

Então, são uma boa pedida para quem quer contribuir com a construção de conhecimentos em sua área de atuação, em vez de atuar diretamente no mercado de trabalho.

O mestrado dura cerca de 2 anos e, o doutorado, cerca de 4 anos. Em ambos, é preciso desenvolver uma pesquisa com o auxílio de um professor orientador e defendê-la para uma banca para garantir o seu título.

Para começar esse tipo de pós, você precisa passar por um processo seletivo que pode incluir provas de conhecimentos específicos, entrevista, análise do histórico de graduação e do currículo Lattes.

Apesar de não ser um pré-requisito, o título de mestre faz toda a diferença no processo seletivo do doutorado, até porque a exigência de maturidade intelectual e aprofundamento na pesquisa aumenta de um para outro.

Seminários, congressos, workshops e webinars

Outra boa pedida para a educação continuada é participar de eventos na sua área de atuação. Nessas ocasiões, o profissional tem contato com tendências e novos caminhos para o seu desenvolvimento de carreira, além de trocar experiências com colegas e referências da área.

Os seminários são reuniões de vários profissionais para a discussão de determinado tema, sendo que os webinars são versões online desse tipo de evento. Os congressos são ciclos de palestras, apresentação de pesquisas e conferências com grandes nomes da área. Por fim, os workshops têm um caráter de treinamento ou curso intensivo.

Cursos de extensão universitária

Os cursos de extensão universitária são ótimas opções para quem quer reciclar ou expandir seus conhecimentos sem se comprometer com uma formação mais longa, como a pós. Trata-se de conteúdos complementares à graduação e focados em assuntos específicos.

A carga horária é variável, e a duração costuma ser de 4 ou 6 meses. Ao término, o estudante adquire certificados muito bem-vindos no currículo. Esse tipo de curso só pode ser oferecido por universidades com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

Cursos livres

Os cursos livres, por sua vez, são de curta duração e não necessariamente relacionados à sua área de formação. São focados em aprendizados bastante pontuais e excelentes para fortalecer seus conhecimentos de forma mais dinâmica ou mesmo para que você desenvolva hobbies.

Veja alguns exemplos de cursos livres oferecidos pela Cruzeiro do Sul:

  • Animação Digital;
  • Chinês (Mandarim);
  • Estética e História da Arte;
  • Gestão de Pessoas e Negociação;
  • Mindfulness no Ambiente de Trabalho;
  • Produção de Vídeos para a Internet.

Como eles têm duração de apenas algumas horas, são mais acessíveis e muitas vezes oferecidos online, consistem em ótimas soluções para atualizar o currículo ou simplesmente aprender assuntos que despertam seu interesse sem um comprometimento tão grande.

Como você viu, a educação continuada é muito bem-vista pelas empresas, já que elas estão sempre em busca de profissionais qualificados. Além disso, permanecer estudando é excelente para o seu desenvolvimento pessoal e para que você customize cada vez mais a sua trajetória profissional.

Então, entre em contato com a gente e conheça nosso catálogo de graduação, pós-graduação e cursos livres!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0