Declaração de trabalho: para que serve e como conseguir uma?

declaração de trabalho

Já precisou entregar uma declaração de trabalho, mas você não fazia ideia do que era esse documento? Saiba que essa é uma situação bastante comum que pode confundir muita gente.

Afinal, trata-se de um documento com várias funções, mas não é tão falado. No entanto, a declaração de trabalho pode ser muito útil para quem tem um emprego informal, profissionais autônomos e, inclusive, estudantes universitários que precisam comprovar renda.

Neste post, falamos com mais detalhes sobre o que é esse documento e como elaborar o seu. Acompanhe e fique por dentro do assunto!

O que é declaração de trabalho?

Para começar, é importante entender totalmente o que esse documento representa no mercado. Imagine que você está em um processo que precisa falar sobre o vínculo empregatício ou informar o quanto ganha.

No entanto, se não tem um emprego fixo e formal, não tem nenhum documento que ateste, de fato, a veracidade das informações inseridas. Nesse caso, como proceder?

É por esse motivo e muitos outros que a declaração de trabalho é importante. Essa é uma carta escrita para dizer que você é um profissional regular na prestação de serviços.

Para quem faz um curso superior, essa declaração substitui a apresentação da carteira de trabalho ou contrato, quando precisar atestar algum vínculo empregatício. Além disso, ajuda na justificativa de faltas e atrasos nas aulas ou no estágio.

Se você é um profissional autônomo, esse documento é ainda mais importante para o dia a dia. Isso porque é com ele que se comprova renda ou atesta que trabalha regularmente, sempre que isso for solicitado.

Para que serve uma declaração de trabalho?

Até agora, mencionamos de forma breve as situações que podem envolver uma declaração de trabalho. Na verdade, esse documento serve para diversos momentos, nos quais o estado profissional de uma pessoa é relevante.

Desse modo, é sempre importante saber como elaborar uma declaração de trabalho, pois o documento pode ser necessário para acelerar ou liberar processos, evitar problemas por falta de comprovação das informações relatadas, entre outras situações.

Uma declaração de trabalho serve, por exemplo, para mostrar que você realizou um estágio não remunerado. Dessa forma, já que o aluno não recebia uma bolsa-estágio, extratos bancários não poderiam ser apresentados como comprovantes.

Profissionais que trabalham com empregos informais e não têm necessariamente uma renda fixa também se beneficiam dessa declaração. Ela serve para justificar faltas por motivos de trabalho, ao mesmo tempo em que ajuda a regularizar a documentação de cadastros em diversos lugares, inclusive em processos de solicitação de bolsas de estudo.

Até mesmo alguns sites de emprego fazem o pedido desse documento. Assim, é possível transmitir mais confiança ao falar sobre uma experiência de carreira que você já teve ou para comprovar informações colocadas no currículo ou durante o preenchimento do perfil profissional na plataforma.

Pais que precisam deixar os filhos em uma creche, mas não conseguem vaga por não terem um comprovante de vínculo empregatício também podem escrever uma declaração de trabalho. Esse documento tem o mesmo valor que um holerite ou a apresentação da carteira de trabalho, porém é voltado para os profissionais autônomos.

Quem pode solicitar?

Diversos tipos de organizações, sejam elas privadas ou públicas, solicitam a declaração de trabalho. Para evitar problemas é preciso que esse documento tenha comprovação jurídica. Somente assim a sua validade será igual à de qualquer outro comprovante de vínculo.

O setor de Recursos Humanos, por exemplo, pode pedir uma declaração de trabalho para avaliar o perfil profissional dos candidatos durante um processo seletivo. Isso acontece para analisar as informações mencionadas ou verificar a experiência dos participantes.

Instituições de ensino também podem pedir esse tipo de documento, principalmente para ajudar o aluno a justificar possíveis faltas e demais situações que comprometam a assiduidade. Em casos de programas para os estudantes, como bolsas de estudo, essa declaração se faz necessária.

Entidades reguladoras de trabalho e escolas dos filhos e parentes são outras instituições que costumam solicitar esse documento. Mais um caso comum é na hora de declarar dependentes no imposto de renda ou em processos parecidos.

Como fazer uma declaração de trabalho?

Tendo em vista que esse documento pode ser útil para diversas situações, nada melhor do que saber como elaborá-lo, não é? De início, você precisa entender que a redação desse atestado deve ser escrita em terceira pessoa.

Por isso, você não deve usar “eu”, embora se refira às suas próprias atividades prévias. Outro ponto importante é elaborar a declaração brevemente. Afinal, quanto mais deixar para depois, mais problemas pode ter ao precisar apresentar o documento. Vale destacar que a demora também é capaz de fazer com que oportunidades sejam perdidas, como uma vaga de emprego ou uma bolsa.

Tudo pronto para saber como fazer a sua declaração de trabalho? Então, veja só o passo a passo!

Separe os documentos

O primeiro passo é selecionar alguns documentos úteis, como o número do RG, CPF e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). O Número de Identificação Social (NIS), se você tiver, também pode fazer parte da declaração.

Monte o documento

Ao redigir o documento, caso você não tenha um modelo pronto, é preciso registrar os seguintes dados:

  • nome;
  • finalidade da declaração;
  • tipo de trabalho realizado;
  • data de início das atividades (pode ser apenas o ano, caso não tenha);
  • média de horas semanais trabalhadas;
  • atividades desempenhadas;
  • local, data e assinatura.

Revise

É comum que um erro ou outro passe despercebido. Por esse motivo, é fundamental revisar as informações colocadas e a gramática, pois uma boa escrita é fundamental, independentemente da finalidade do documento.

Depois disso, você precisa imprimir e garantir que todos os envolvidos assinem a declaração. Em alguns casos, será necessário autenticar a assinatura. Por isso, verifique se esse passo é obrigatório antes de entregar o documento.

Viu só como elaborar uma declaração de trabalho e por que ela é importante? Por segurança, se você se enquadra em um dos casos em que esse documento pode ser solicitado, deixe um modelo pronto para preencher quando for necessário. Dessa forma, é possível comprovar vínculo empregatício e evitar problemas na sua imagem profissional.

Gostou de ler sobre o assunto? Então, acompanhe os nossos perfis no LinkedIn e no YouTube para ver muito mais!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0