Como saber quando você está preso na zona de conforto?

Quando foi a última vez que você enfrentou um desafio, superando os próprios limites e alcançando uma conquista importante? Se a resposta para essa questão demorou a surgir na sua cabeça, é possível que você esteja na zona de conforto.

Zona de conforto é como chamamos aquela situação em que a pessoa repete algum comportamento que a faz se sentir segura, confortável, e que, até certo ponto, funciona para ela. Contudo, toda essa sensação de estabilidade é traiçoeira, pois deixa o indivíduo mais vulnerável às mudanças que inevitavelmente acontecem.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre esse assunto e mostrar a você por que é tão importante mudar esse cenário. Confira!

Como a zona de conforto pode influenciar sua carreira?

Se não fosse tão convidativa, a zona de conforto não teria esse nome. É mais fácil fazer sempre o mesmo, atingindo um desempenho mediano, do que correr riscos e não saber o que pode resultar disso.

O problema é que, desse jeito, você perde oportunidades de crescer como pessoa e como profissional. Além de a sua carreira ficar estagnada, ela pode sofrer um choque a qualquer momento — uma demissão, por exemplo — e você não estará preparado para reagir.

Será que você está acomodado?

Para lhe ajudar a perceber se está ou não na zona de conforto, trouxemos alguns indicadores típicos dessa situação.

Insatisfação

Ainda que esteja uma posição confortável, sem grandes agitações, você não consegue ficar completamente satisfeito. Seus resultados até podem ser razoáveis, mas nem sempre são suficientes e uma melhora na situação seria bem-vinda.

Rejeição aos desafios

Apesar de, vez ou outra, pensar nessa melhora, é mais simples continuar com o comportamento do que aceitar desafios. As possíveis dificuldades fazem você desistir antes mesmo de tentar uma mudança.

Falta de propósito

Você já nem sabe mais por que faz o que faz. No trabalho, por exemplo, os dias passam sem nada estimulante acontecer. As horas se arrastam, dia após dia, sem que haja um sentido maior por trás das suas ações.

Por que sair da zona de conforto?

Uma vez que você consiga deixar esse poço de acomodação, sua vida vai mudar completamente. A seguir, veja alguns motivos para romper essa barreira.

Ter mais disposição para trabalhar

A partir do momento que você estiver fazendo algo que realmente gosta, a disposição para trabalhar será parte natural do seu cotidiano. A rotina profissional passará a ter um propósito e será muito mais instigante.

Evoluir na carreira

O sucesso profissional chega para aqueles que se dedicam às suas carreiras. Se você gostar do que faz e enfrentar os desafios que surgirem, deixando o comodismo para trás de uma vez por todas, sua carreira vai evoluir cada vez mais.

Realização pessoal

A zona de conforto pode até passar uma sensação de tranquilidade, mas nada se compara à realização pessoal que você vai sentir quando transformar essa situação. Você finalmente vai saber o que é ter orgulho de si mesmo.

Para sair da zona de conforto, é fundamental entender que o seu futuro depende de você. Portanto, aceite os desafios que a vida lhe oferece e seja persistente quando os obstáculos surgirem. Acredite no seu potencial, corra atrás dos seus objetivos e alcance-os, um por um, até realizar todos os seus sonhos.

Quer uma dica ótima que vai ajudar você a sair da zona de conforto? Leia o nosso post que traz 6 motivos para fazer uma graduação!

Você pode gostar também de...

15 respostas

  1. Alexandre Fernandes Ferreira disse:

    eu sei bem, o que ´e estar na zona de conforto, más a minha situação atual, não me permite ir atraz dos meus objetivos, pois estou desempregado e assim que eu voltar ao mercado de trabalho, vou dar continuidade ao meus objetivo, e pode ter certeza que o grupo Cruzeiro do Sul, será sempre a minha primeira escolha.

  2. Darlenson disse:

    Sou licenciado em Pedagogia, quero fazer 2 licenciatura em 2 semestre,porém vcs não oferecem 2 licenciatura em 1 ano para licenciados em pedagogia…..!!!!

    • Cruzeiro do Sul Educacional disse:

      Olá Darlenson, temos vários cursos para Formação Pedagógica. Veja neste link as possibilidades.

      Pode também entrar em contato com a gente nos telefones:
      11 96542-2229 no whatsapp
      3003-1189 ligação de capitais e regiões
      0800 721 5844 Demais localidades!

  3. Patrícia Hyppolito disse:

    Boa Tarde !

    Por favor , gostaría das seguintes informações :

    Já tenho a primeira graduação na Unip , não cheguei fazer Enem , pois concluí o 2° grau em 1989 , e não havia Enem naquela época . Moro no bairro da Lapa , cidade de São Paulo . Desejo fazer uma 2ª graduação ( Letras – Licenciatura Português e Inglês ) com o maior desconto possível , devido à minha condição financeira presente . O que você me sugerem ? Qual o melhor caminho possível ? ( não conseguí informações por telefone , e na unidade de vocês da av Paulista , informaram que somente em São Miguel Paulista – zona Leste ) . É isso mesmo ?

    Por favor , caso seja com outro contato / setor , me informe e-mail , e telefone

    No aguardo de um breve retorno .

    atenciosamente ,

    Patrícia Hyppolito
    Whatts app 9.68031819

    • Cruzeiro do Sul Educacional disse:

      Olá Patrícia! Ainda não temos disponível na Paulista esse curso.. Mas temos algumas opções, em São Miguel, como você foi orientada e na UNICID que é do mesmo grupo, e fica ao lado do metrô Carrão. Cinco minutos a pé 🙂

      Além da possibilidade de se inscrever no EAD, o que acha? Espero que tenha ajudado!

  4. Nivea disse:

    Gostaria muito de voltar a estudar,fiz um ano de bacharelado em enfermagem e tranquei em 2014,ainda não retornei pois estou sem condições financeiras,estou desempregada assim que possível retornarei os estudos.fiquem c Deus

  5. andré duarte oliveira disse:

    MEU NOME É ANDRÉ E GOSTARIA DE SABER QUANDO VAI TER O CURSO DE MEDICINA NA INSTITUIÇÃO

  6. Edna Mendes casciano de souza disse:

    Gostei muito.Me fez refletir melhor sobre os meus projetos futuros. Quero dar agora um grande salto pro futuro mais próximo.

  7. Sidney Alves Lima disse:

    É,a verdade nua e crua, a tal zona de conforto é traçoeiramente aconchegante, confortável e até certo ponto acolhedora, porém falsa.
    Traiçoeira, pelo fato de que a pessoa ou pessoas que se encontram deitado ou sentado neste sofá, zona de conforto, lá no intimo se sente inseguro e infeliz, pois sabe que tudo poderá ruir por um fato ou outro da vida.
    Então, que tal aproveitá-la para novos saltos e desafios na vida; pois e isso que nos mantém ou nos manterá jovem e vivos. que tal voltarmos á velha luta, tal qual um pitbull lutando pelo último e único pedaço de carne, é isso aí! a vida é para quem luta pois os fracos ficam no caminho, na zona dde conforto, quando o sofá confortável da tal zona de conforto se torna rígido, frio, úmido e insustentável.

    Eu tenho 51 anos, já fui : ajudante geral, carregador de mobilia, servente de pedreiro, entregador de correspondências, cuidador de barraca na feira, ajudante de produção, operador de teletrim, instrutor de informática, coordenador e instrutor de Inglês, nunca estive plenamente satisfeito, é a tal zona, a de conforto. Estou de volta á luta, para alcançar minha satisfação, pois preciso de muito mais, já me estagnei com muito pouco, embora tenha trilhado sózinho desde o ínicio de minha trajetória com muito esforço e dedicação.
    Iam Back on the trail again, estou de volta á luta novamente, Cruzeiro do Sul, agora é contigo, não me decepcione, pois vou lutar com muita garra e afinco nos meus estudos para realizar meu sonho, que parece impossível.

    Sidney Alves Lima

    • Cruzeiro do Sul Educacional disse:

      Sidney, é verdade, a zona de conforto é ‘confortável’, às vezes até quentinha… rsrs
      Vai fundo, cremos que você se dará muito bem, ao se movimentar 🙂

  8. Alex dos Santos Santana disse:

    Nossa muito parece que alguém contou minha vida para essa pessoa que publicou me ajudou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *