Como fazer doutorado e por que vale a pena?

como fazer doutorado

Investir na educação continuada depois de terminar a graduação é um requisito para quem quer se destacar como profissional e alcançar as melhores oportunidades na carreira. Com isso em mente, é normal você se perguntar como fazer doutorado ou até mesmo outros tipos de cursos.

Afinal, muitos estudantes que já estão no Ensino Superior ainda têm dúvidas sobre como o doutorado funciona e como esse curso se diferencia do mestrado, por exemplo. Esclarecer questões como essas é fundamental para fazer as melhores escolhas acadêmicas e profissionais.

Por esse motivo, preparamos este post para ajudar você a responder às principais dúvidas sobre como fazer doutorado e entender por que esse é um caminho que vale a pena seguir. Acompanhe!

O que é o doutorado?

O doutorado é um curso de pós-graduação stricto sensu em que o profissional aprofunda os conhecimentos em um tema específico dentro da sua área de estudo. A expressão latina “stricto sensu” significa justamente “sentido estrito”, ou seja, que se limita a tratar de um determinado assunto.

Esse é o curso que você precisa fazer se quiser obter o título de doutor, que coloca o profissional em uma posição de destaque entre os demais. Além disso, é uma formação voltada para a atuação no meio acadêmico, com o desenvolvimento de pesquisas científicas e a docência no Ensino Superior.

Como funciona o doutorado?

O curso de doutorado gira em torno da produção de conhecimento científico. É preciso cursar algumas disciplinas obrigatórias, mas a carga horária não chega a ser extensa. O foco está mesmo na elaboração de uma tese a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa.

Todo o processo é acompanhado por um orientador, que é escolhido antes mesmo do início do programa de doutorado. O orientador, como o próprio nome indica, tem a função de guiar o estudante ao longo da pesquisa e da produção da tese, indicando referências bibliográficas e propondo novas reflexões, entre outras orientações.

Ao fim do curso, que costuma durar entre 4 e 5 anos, a tese é submetida à avaliação de uma banca de especialistas. O propósito dessa etapa é questionar e debater os resultados apresentados, analisando se o doutorando realmente conseguiu fornecer uma contribuição inovadora para a sua área de estudo.

Qual a diferença entre doutorado e mestrado?

Tanto o doutorado quanto o mestrado são cursos stricto sensu. Mas eles apresentam algumas diferenças importantes. Uma delas é a duração, pois enquanto o doutorado é cursado durante 4 ou 5 anos, o mestrado dura apenas 2 anos, em média.

Consequentemente, os estudos do doutorado são um pouco mais aprofundados do que os do mestrado. No mestrado, não há a elaboração de uma tese, mas sim de uma dissertação, que também é feita a partir de um projeto de pesquisa desenvolvido ao longo do curso.

Em ambos os casos há a presença de um orientador e a avaliação pela banca examinadora. Com a aprovação, quem conclui o mestrado recebe o título de mestre e quem faz o doutorado o de doutor, como mencionamos.

Quais são as vantagens do doutorado?

Além de querer saber como fazer doutorado, você também deve ter curiosidade em relação às vantagens de optar por essa modalidade de curso. A seguir, listamos as principais delas para você entender por que vale a pena se dedicar a um doutorado:

  • mais oportunidades de carreira — você pode fazer um doutorado para aprofundar os conhecimentos no tema que já estuda ou até mesmo em outro campo, ampliando suas oportunidades;
  • possibilidade de intercâmbio — muitas instituições de ensino incentivam seus alunos de doutorado a realizarem uma parte dos estudos em universidades do exterior;
  • currículo diferenciado — em meio a uma intensa competição no mercado de trabalho, ter um doutorado no currículo é um diferencial capaz de abrir muitas portas;
  • remuneração mais alta — segundo uma pesquisa, profissionais com o título de doutor conseguem aumentar seus salários em até 118%;
  • pensamento crítico — o doutorado ajuda a expandir os horizontes, impulsionando bastante o desenvolvimento intelectual e o pensamento crítico de um indivíduo;
  • networking — participar de um programa de doutorado permite o contato com muitos outros estudantes e profissionais, o que é ótimo para o networking e a carreira.

Como saber se devo fazer doutorado?

Diante de todas as possibilidades de pós-graduação existentes, o que inclui não só os mestrados e doutorados, mas também as especializações lato sensu, pode parecer difícil descobrir se esse é caminho certo para você. Porém, alguns fatores são capazes de trazer essa resposta.

Isso porque o doutorado é indicado principalmente para quem deseja seguir a carreira acadêmica, tendo a oportunidade de desenvolver estudos aprofundados sobre um determinado tema. Por isso, se você tem interesse em fazer pesquisas e descobertas científicas a fim de produzir e compartilhar conhecimento, então o doutorado precisa fazer parte da sua jornada.

Como fazer doutorado? Afinal, o que é necessário?

Assim como em qualquer profissão, é preciso ter não só a vontade de cursar um doutorado, mas o perfil ideal para se sair bem nessa área. Nesse sentido, saiba que bastante determinação, foco nos estudos, curiosidade investigativa, aptidão para lecionar e domínio de pelo menos 2 idiomas estrangeiros são requisitos.

Outra grande dúvida sobre como fazer doutorado se refere ao que é necessário para ingressar no curso. Aqui, confira as principais etapas desse processo:

  • avaliação do currículo acadêmico, que deve detalhar todos os cursos já concluídos e em andamento, experiências profissionais na área, participação em eventos acadêmicos e publicações científicas, entre outros dados relevantes;
  • avaliação do projeto de pesquisa;
  • prova de conhecimentos específicos;
  • entrevista na universidade.

É possível ir da graduação direto para o doutorado?

O caminho normalmente percorrido por quem quer seguir a carreira acadêmica e cursar a graduação, depois o mestrado e, em seguida, o doutorado. Contudo, também é possível “pular” o mestrado e ir direto para o doutorado. Para isso, é preciso ter um currículo acadêmico e um projeto de pesquisa que chamem a atenção de um orientador e da universidade.

Agora que você sabe como fazer doutorado, é só escolher o campo de estudo que mais desperta seu interesse e se preparar para dar início a mais essa jornada quando chegar o momento certo. Como foi possível perceber, esse curso tem muito a acrescentar à sua formação acadêmica, abrindo cada vez mais portas para que você siga crescendo como profissional.

Então, já está pensando em qual pós-graduação fazer? Conheça as opções de mestrado e doutorado da Universidade Cruzeiro do Sul e descubra qual delas mais combina com você!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
0Shares
0 0