ChatGPT para estudar: como usar a IA a seu favor?

ChatGPT para estudar: como usar a IA a seu favor?

Quem diria, hein? A Inteligência Artificial avançou tanto que já temos, a partir de poucos cliques e digitações de textos, a possibilidade de interagir com robôs que respondem a uma série de comandos. Se isso faz você pensar em usar o ChatGPT para estudar, saiba que não é uma má ideia.

Lançado pela empresa OpenAI no fim de 2022, esse sistema conversacional vem surpreendendo os usuários por conta da capacidade de resolver questionamentos complexos e fornecer boas ideias. Criatividade e raciocínio ordenado andam juntos para chegar o mais perto possível das respostas buscadas pelas pessoas.

A vantagem é que a tecnologia não tem limites e fornece inúmeras alternativas a um mesmo pedido, cabendo a você a revisão e o ajuste de cada conteúdo. Veja alguns exemplos de como aproveitar essa ferramenta nos estudos!

Estruturar cronogramas de estudos

Está aí um jeito bem interessante de usar o ChatGPT para estudar. Afinal, muitas pessoas têm dificuldade para definir quando e como estudar as matérias da escola ou da faculdade. Se também é o seu caso, pode comemorar, pois o famoso robô tende a ser bastante útil nessa hora.

Com comandos detalhados, o ChatGPT cria uma estrutura de calendário com dias e horários. É possível compor calendários mais curtos ou estendidos, conforme a necessidade de cada usuário. Só se lembre de conferir cada item do cronograma gerado, para se certificar de que nenhum ponto ficou de fora.

Elaborar simulados personalizados

Não é difícil encontrar questionários na internet, mas o que fazer quando muitos deles concentram perguntas e respostas que não fazem sentido para você? Simples: use o ChatGPT para estudar apenas os temas de seu interesse. Isso mesmo! Com um simples comando, é possível limitar a disciplina ou área do conhecimento para elaborar simulados.

Essa personalização otimiza o seu tempo porque mira unicamente nas questões relevantes para cada momento de aprendizado. Assim, se a intenção é testar somente os saberes relacionados à Geografia, por exemplo, basta indicar isso à ferramenta que ela apresentará uma vasta lista para você.

Conferir questões que já caíram em provas

Da mesma forma que faria na elaboração de simulados, você também pode solicitar que a ferramenta faça uma coleta das principais questões abordadas em provas. Quanto mais detalhado for o comando, sugerindo tipos de questões e até mesmo a instituição envolvida, mais chances de o robô chegar ao resultado que você deseja.

É importante saber que, dependendo da data de realização da prova, o sistema pode ter dificuldade para acessar os tópicos. Mas digamos que a meta seja descobrir os principais temas de redação do Enem, por exemplo. Nesse caso, o chat fará um levantamento dos assuntos que já apareceram nas edições anteriores para que você tenha uma boa noção e se prepare.

Usar o ChatGPT para estudar idiomas

Sim, o famoso robô também pode ser seu aliado na hora de traduzir palavras, frases e expressões de outros idiomas. Inclusive, você consegue fazer perguntas sobre mais de uma língua e obter as respostas para ambas de forma simultânea, em forma de lista ou exemplos que favorecem a compreensão do significado.

O ChatGPT organiza muito bem as ideias, tanto que facilita a elaboração de resumos e exercícios. É como manter uma conversa com um estrangeiro totalmente disposto a ensinar e tirar suas dúvidas. Portanto, não hesite em lançar as questões e explorar as respostas ao máximo, de forma séria ou com associações engraçadas.

Esclarecer dúvidas sobre conceitos

Essa é, talvez, a estratégia mais comum de uso do ChatGPT para estudar. Isso porque consiste em lançar perguntas simples ou complexas para obter explicações em várias versões. Uma dica é manter a ferramenta sempre aberta quando estiver revisando conteúdos para, na hora da dúvida, consultar o seu mais novo professor virtual.

E não precisa se limitar a questionamentos sérios, viu? Você pode exigir respostas em diferentes padrões e formas de linguagem. Se a ideia é compreender um momento histórico com bom humor, por exemplo, basta digitar as perguntas e, logo em seguida, solicitar que o sistema dê o retorno com linguagem engraçada ou divertida.

Compor mapas mentais

Quem nunca precisou esboçar ideias e possíveis caminhos para introduzir um projeto? Por mais estimulante que seja esse processo criativo, nem sempre é fácil começar a lançar os primeiros tópicos. É para isso que existem os chamados mapas mentais, compostos por diversos elementos: letras, figuras, símbolos etc.

Apesar de não gerar imagens, o ChatGPT consegue fazer uma descrição textual completa da estrutura de um mapa mental. Incrível, não é? Com uma montagem de tópicos, a ferramenta cria o esqueleto, digamos assim, para que você possa complementá-lo posteriormente (incluindo as representações e recursos visuais que preferir).

Construir argumentos

Mais uma opção valiosa para quem aproveita o ChatGPT para estudar é pedir que ele construa argumentos de peso para inúmeros assuntos. Basta indicar a temática, o ponto que você deseja defender e esperar pelos resultados. É surpreendente como o robô dá conta de apontar diversos caminhos e fazer com que o leitor reflita sobre eles.

A argumentação pode ser útil até mesmo na compreensão do ponto de vista de outras pessoas, dos quais você pode discordar por qualquer motivo. Nesse caso, é só fazer o caminho inverso e conduzir a ferramenta para que elabore argumentos a favor da proposta que te gera desconfiança.

Solicitar flashcards

Como se não bastasse a facilidade para compor mapas mentais, o ChatGPT também produz cartões para a memorização de tópicos relevantes. Conhecidos como flashcards, esses materiais contêm anotações em ambos os lados (frente e verso), geralmente com uma pergunta e resposta ou com uma lista de itens a serem lembrados.

Novamente, ao enviar o comando, você receberá uma descrição do que incluir em cada cartão, conforme os tópicos solicitados no campo de preenchimento. Não há limites quanto aos temas de estudo, o que significa que o sistema sempre trará um bom volume de conteúdos para potencializar o aprendizado.

O que achou da ideia de usar o ChatGPT para estudar? Tenha em mente que, apesar de todo o potencial da ferramenta, suas revisões e apontamentos sempre serão cruciais para adequar o conteúdo e garantir um bom desempenho.

Caso tenha ficado com alguma dúvida ou queira contribuir para o post, deixe o seu comentário abaixo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0Shares
0 0