O que é CLT e quando aceitar este tipo de emprego?

o-que-e-clt-e-quando-aceitar-este-tipo-de-emprego.jpeg

Você sabe o que é CLT? É a Consolidação das Leis Trabalhistas, que existe no Brasil desde 1º de maio de 1943. Ela foi sancionada pelo presidente Getúlio Vargas, com o objetivo de agrupar toda a legislação referente aos direitos dos trabalhadores e à regulação das relações trabalhistas.

Sua importância principal é a de intimidar possíveis relações abusivas dos patrões, regulando horários, condições de trabalho e benefícios. Então, se você quer entender melhor o que é CLT e algumas vantagens e desvantagens de ter um emprego seguindo as regras dessa legislação, continue a leitura deste post!

Vamos nessa? Confira!

Vantagens da CLT

1. Férias

Quem tem carteira assinada, a cada ano trabalhado, tem direito a 30 dias de férias remuneradas. Dessa forma, o trabalhador pode descansar sem que haja descontos além dos previstos na sua folha de pagamento.

Já se ele tiver menos de um ano de contrato e a empresa concordar ou quiser disponibilizar essas férias, elas serão calculadas proporcionalmente ao período de tempo trabalhado.

FGTS

O FGTS, ou Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, é um direito garantido pelo Governo Federal para assegurar uma reserva de dinheiro ao trabalhador. Ele é depositado mensalmente pelo patrão.

Esse recurso pode ser sacado pelo funcionário quando for demitido da empresa, se aposentar, quiser comprar um imóvel ou em caso de doença grave — como câncer ou AIDS, por exemplo.

Remuneração garantida

Quando trabalha de carteira assinada, você tem a garantia de que, no final do mês, o seu salário será depositado. Dessa forma, pode se planejar melhor quanto ao valor que vai receber e o que pode gastar.

Contrato por tempo indeterminado

Pela CLT, na hora que você entra na empresa há um registro na sua Carteira de Trabalho, mas sem uma data limite para a sua permanência no emprego. Assim, pode ser que o colaborador fique anos, até décadas atuando na mesma companhia, ou que saia no mês seguinte, por exemplo.

Desvantagens da CLT

Dependência profissional da empresa

Com a CLT, o funcionário, muitas vezes, fica refém da empresa.

Se ele quer fazer uma especialização, por exemplo, mas ela acontece no horário do expediente, o profissional pode ter de abandonar essa vontade de fazer algo importante para o seu próprio crescimento profissional e pessoal para atender às demandas do seu local de trabalho.

Descontos em folha de pagamento

Quem tem carteira assinada sabe que o valor bruto do salário é diferente daquele que realmente fica disponível para ser usado. Isso porque há alguns encargos que, por lei, são obrigatoriamente abatidos na folha de pagamento, como a contribuição para o INSS e o Imposto de Renda, por exemplo.

Há situações em que esses descontos podem ficar em torno dos 20% do salário.

Tendência à comodidade

Como sabe o que precisa fazer e que, no final do mês, terá determinado salário em sua conta, o colaborador também pode se acomodar diante das tendências e estratégias do mercado, não correndo atrás de novas competências e habilidades importantes para uma carreira de sucesso.

Bom, depois de dizer tudo isso, cabe uma observação: para ter mais respaldo na hora de decidir sobre a forma de emprego que é mais viável aos seus interesses, é importante você ficar de olho nas discussões sobre a reforma trabalhista e as mudanças que ela vem gerando na CLT.

A verdade é que não há uma resposta pronta sobre se ter uma carteira assinada é melhor ou pior. Lembre-se que isso sempre dependerá de você, e dos seus objetivos profissionais!

E aí, gostou de saber um pouquinho mais sobre o que é CLT? Sobrou alguma dúvida? Deixe-nos o seu comentário e participe da discussão?

Você pode gostar também de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *