Veja 6 maneiras de economizar dinheiro para entrar na faculdade

veja-6-maneiras-de-economizar-dinheiro-para-entrar-na-faculdade.jpeg

Economizar para entrar na faculdade pode exigir muito esforço, mas, certamente, é recompensador. Sabemos que, com toda a instabilidade econômica vivenciada pelo país, quem possui formação superior e com especializações têm preferência pelos recrutadores de empresas, que buscam profissionais cada vez mais qualificados.

Mesmo tendo conhecimento de todas as vantagens, muitas famílias ainda encontram dificuldades em arcar com os custos de um curso superior. Pensando nisso, selecionamos 6 incríveis dicas para economizar. Veja, a seguir, como é possível conquistar o tão sonhado curso superior!

1. Crie uma poupança

Segundo especialistas, o ideal é que a família crie uma poupança ou faça investimentos pensando na faculdade já nos primeiros anos de vida dos filhos. Porém, como nem sempre isso é possível, pode-se começar a poupar já na adolescência.

Mesmo que o valor economizado na poupança não seja o bastante para quitar grande parte do curso, você poderá pagar, ao menos, a matrícula e as primeiras mensalidades, até que o universitário consiga uma colocação no mercado ou, até mesmo, um financiamento estudantil.

2. Poupe os rendimentos extras

Ao longo do ano, muitos são os montantes extras adquiridos: 13º salário, restituição do Imposto de Renda, horas extras e créditos da Nota Fiscal Paulista, por exemplo. Ao recebê-los, guarde-os na poupança. Como não pertencem à renda média mensal, não farão falta no dia a dia e, além disso, serão úteis no futuro.

3. Faça um planejamento financeiro

A tarefa de poupar para a faculdade envolve toda a família, já que o sonho é coletivo. Então, para saber exatamente como anda a saúde financeira da casa, um planejamento financeiro deve ser criado.

Dessa forma, é necessário relacionar todas as despesas e receitas e definir o montante que poderá ser guardado a cada mês. Junto ao planejamento, deve ser inserida uma meta mensal de gastos, de modo que todos saibam as reais possibilidades a partir desse momento.

4. Tome nota dos pequenos gastos

Ao contrário do que pode parecer, muitas vezes, os pequenos gastos diários impactam mais o orçamento do que as grandes prestações. Estão inclusos o cafezinho de todos os dias, almoços fora de casa, pizzas em todos os sábados, entre outros. Portanto, anotar as despesas diárias permite que, ao final do mês, você saiba exatamente para onde o seu dinheiro está sendo destinado.

5. Faça substituições

Muitas das atividades pagas que são praticadas no dia a dia podem ser substituídas por opções gratuitas e igualmente relaxantes e prazerosas. É possível, por exemplo, substituir a academia de ginástica por corridas e caminhadas ao ar livre. Outra opção é substituir uma tarde de cinema no shopping por um piquenique ao ar livre no parque. A economia é certeira!

6. Tenha um cofrinho

Não menospreze o poder do famoso cofrinho: com ele, você pode poupar aos poucos e realizar alguns desejos no futuro. Guardando o troco das compras de todos os dias, é bem possível que resulte em um valor considerável ao final do ano. A economia pode significar a matrícula da faculdade ou, ainda, a compra de livros no início do semestre.

E então, pronto para colocar nossas dicas em prática e economizar para entrar na faculdade? Quem sabe alguém também esteja precisando dessa ajuda? Então, compartilhe este post com os seus amigos nas redes sociais!

Você pode gostar também de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *