Branding Pessoal: saiba como ele te ajudará a conseguir um emprego

Depositphotos_49719803_m-2015_1.jpg.jpeg

Você sabe qual a impressão que passa para as outras pessoas? Elas te acham simpático, atrativo, gentil, educado? Ou você é aquela pessoa chata, que reclama demais e sempre que chega a algum lugar as pessoas se afastam de você? Esse modo de ser visto pelos outros, tanto como indivíduo quanto como funcionário é o chamado branding pessoal.

O branding pessoal é responsável por nos tornar uma marca para as outras pessoas, destacando nossas habilidades, competências, talentos e experiência para o mercado. Isso pode nos garantir um emprego ou destacar o que temos de melhor para um público específico. Entretanto, quando não é bem-feito, pode ter efeito contrário e afastar as pessoas, criando uma imagem negativa.

Mas como destacar essas competências para o mercado e evitar o efeito negativo? Confira as dicas abaixo a comece agora mesmo a construir a sua marca pessoal!

Faça um plano de branding pessoal

Sabe a análise SWOT do marketing e como ela auxilia na pesquisa e planejamento sobre a sua empresa? Então, faça a mesma análise consigo mesmo! Em primeiro lugar, defina qual a sua missão, valores e visão pessoais. Onde você quer chegar e ser visto pelo mercado?

Feito isso, descubra as suas habilidades mais fortes, como destacá-las, as suas fraquezas, como amenizá-las, as oportunidades e ameaças encontradas no mercado de trabalho e como contorná-las ou aproveitá-las. Quem são seus concorrentes nas vagas de emprego? Quais competências que eles possuem e você não? Descubra mais sobre você e invista no seu aprimoramento profissional e pessoal!

Construa um nome forte

Como você aparece nas redes sociais e pesquisas nas ferramentas de busca? Procure ter o mesmo nome e foto de perfil em todas as plataformas sociais que você frequenta. Isso não só auxilia bastante para você ser facilmente identificado nos mecanismos de busca, como também passa uma maior seriedade e profissionalismo às empresas interessadas.

Não seja ingênuo ao pensar que as organizações só saberão da sua existência quando você enviar o seu currículo para elas. Muitas marcas, cada vez mais, procuram referências de futuros funcionários na internet, por isso, fique atento e faça perfis nas redes sociais mais conhecidas!

Fale bem de você

Não, não é para falar muito de você em alguma entrevista, mas sim, é para você se promover na internet. Crie o seu próprio blog ou website e capriche na sua descrição e autobiografia. Fale de você, dos seus gostos, hábitos e talentos. Mostre a sua personalidade.

Aproveite o espaço da plataforma e mostre as suas habilidades e experiências de forma prática. Você não tem experiência profissional? Não tem problema, afinal, esse espaço virtual será somente para você! Mostre o que você sabe fazer, mesmo que seja desenhar muito bem, fazer ótimos brigadeiros e bombons ou até mesmo dar banho no cachorro! Aproveite bastante esse espaço, mas não exagere!

Cuide da sua imagem no emprego

Preste atenção ao tom e ritmo da sua voz quando você fala. Se você fala muito rápido, pode dar a impressão de ansiedade, mas se for muito devagar, pode passar insegurança e desânimo. Quem fala muito alto, pode aparentar ser agressivo, entretanto, falar muito baixo não permite que as pessoas o escutem e pode parecer timidez. Saiba ouvir mais e responder às perguntas que são feitas, sem interromper a outra pessoa, isso mostra educação.

Outro ponto importante a ser observado é a roupa que você veste. O seu vestuário reflete a mensagem que você quer passar ao mundo. Se você não gosta de rock, por que usa uma camiseta de uma banda de heavy metal? Só porque ganhou de alguém querido? Preste atenção no que você usa, independente de agradar ou não as outras pessoas.

Sempre se atualize

Não é porque você construiu uma marca própria forte que agora você vai descuidar dela. Procure sempre se atualizar de acordo as exigências do mercado e as suas aspirações pessoais. Faça cursos, especializações, quem sabe até uma nova graduação ou pós? Cursos de idiomas também são um bom investimento e melhoram muito o currículo.

Outra ideia boa para se atualizar é viajar para outros lugares. Conhecer novas pessoas e culturas é um meio de adquirir mais conhecimento e saber o que acontece no mundo. Abrir a mente é a melhor maneira de desconstruir preconceitos e pensar “fora da caixa”, além de ser assunto para aumentar as interações sociais.

Promova a mídia espontânea

Além de você falar bem de si mesmo, que tal fazer as outras pessoas falarem bem de você? As pessoas que já te conhecem há algum tempo e com quem você já tem uma comunicação forte e agradável, já falarão bem de você por conta própria, sem precisar pedir muito.

Mas e aquelas que você quer atrair? Bom, aqui a ideia do blog surge novamente e com mais força, pois é através dele e de seu conteúdo que elas irão te conhecer. E, a partir desse primeiro contato, você pode interagir mais com elas, respondendo as suas dúvidas, fazendo um conteúdo mais voltado para elas, de modo que elas comecem não só a te seguir, mas a influenciar a opinião de conhecidos sobre você. Você não terá apenas seguidores, terá fãs.

As dicas apresentadas servem não só como caminho para o seu branding pessoal, mas como um estilo a ser adotado na sua vida. Independente de ser para conseguir um emprego ou não, os passos mostrados acima servem como construção do que você quer ser e o modo de demonstrar para o mundo isso. Quantas vezes você achou que passava uma impressão ou imagem e as pessoas viram o contrário?

Por isso, é fundamental prestar atenção no que você diz, publica, como se veste ou age diante do mundo. A imagem que você demonstra vai refletir o que você pensa e, consequentemente, atrair o que você mostrou. Tenha cuidado sempre, pois as pessoas estão observando as suas atitudes, hábitos e habilidades, então é bom não perder o foco de seus objetivos e notar o que você está projetando.
Aprendeu mais sobre o branding pessoal? Já começou a aplicá-lo? Ainda não? Então compartilhe este post nas redes sociais e comece a construir a sua marca!

Você pode gostar também de...

1 resposta

  1. Renan disse:

    Recentemente estava estudando sobre branding e um dos pontos mais cruciais é a auto-promoção. No entanto, pouquissimas pessoas fazem isso, e acabam perdendo muitas oportunidades.

    Parabéns pelo artigo.. muito bom!

    Abraços,

    Renan

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *