Experiência de trabalho vs educação: o que vale mais?

Experiência_de_trabalho_vs_educação_o_que_vale_mais.jpg.jpeg

Há uma dúvida persistente, principalmente entre os universitários, muitas vezes novatos no mercado de trabalho: experiência de trabalho vs educação – qual fator é mais importante?

Muitos funcionários de longa data têm a ideia de que a formação pode ser mais importante. Por outro lado, muitos estudantes, justamente os que são inexperientes e ainda não tiveram seu primeiro emprego, acham que a experiência tem maior peso perante as oportunidades de trabalho.

Vamos esclarecer alguns pontos sobre esse tema para você entender qual a importância de cada item ao longo da carreira de um profissional.

A experiência profissional

Não são raras as empresas que oferecem a maioria das vagas com a exigência de alguma experiência já vivenciada. Esse fato também não é exclusivo de nenhum cargo ou área profissional.

Os estudantes de nível superior ou recém-formados são os que mais sofrem com essa situação. Afinal, são novatos no mercado de trabalho e encontram dificuldades para dar início a sua carreira.

Um profissional que possui experiência indica que já passou por momentos e situações não conhecidas e não vivenciadas nos meios acadêmicos. Trabalhar e estudar são atividades bem diferentes, embora uma não interfira na outra.

Benefícios providos pela experiência

A seguir, as duas grandes vantagens de quem já possui experiência profissional:

  • Novos desafios: Quando você tem um emprego, está exposto a um ambiente mais dinâmico que o acadêmico. Sua responsabilidade, ao longo do tempo, vai aumentando e você acaba submetido a situações que nem imaginava quando estava estudando. Diferentes situações podem surgir e você tem que ter jogo de cintura para lidar com vários funcionários e problemas que toda empresa possui.
  • Trabalho em equipe: Uma empresa é composta por setores, e cada setor por seus respectivos colaboradores. O trabalho em equipe é ideal para aumento da produtividade e qualidade dos produtos e serviços desenvolvidos. Ter uma boa relação, saber se comunicar, aprender e ensinar faz parte da rotina de um profissional. É bem diferente de fazer um trabalho acadêmico em grupo.

A formação acadêmica

Um curso de nível superior é uma experiência única e recomendada. Cada vez mais as empresas, no anúncio de suas vagas de emprego, estão exigindo melhor qualificação. Não somente isso, elas estão buscando profissionais cada vez mais especializados, e possuir uma formação de grau superior é o primeiro passo para um MBA ou pós-graduação.

A educação provê uma boa base teórica. Assim, quando o estudante ingressar no mercado de trabalho, terá como assimilar e embasar suas atividades profissionais em teorias já consolidadas na faculdade, o que facilita o seu entendimento e permite maior eficiência no que ele faz.

Adquirindo experiência antes de se formar

Buscar estágios e trabalhos voluntários em ONGs e instituições de caridade é um bom caminho para adquirir uma experiência próxima ao que o mercado de trabalho proporciona. Além de assimilar desde cedo a teoria com a prática, você estará exposto a um ambiente análogo ao profissional, como a rotina de uma empresa ou a comunicação com clientes.

Conclusão

Dependendo do cargo, realmente o profissional experiente pode levar vantagem sobre os recém-formados. Todavia, chega um momento em que o profissional precisa buscar qualificação para não perder espaço para aqueles que já são formados e que estão adquirindo experiência profissional com o passar dos anos.

Se você está cursando uma faculdade, é um bom momento para ganhar alguma experiência e ter mais chances de conseguir o primeiro emprego, dando também mais segurança profissional por ter vivenciado algo além dos estudos.

A questão experiência de trabalho vs educação leva em paralelo dois fatores importantes para o mercado de trabalho, um sempre complementando o outro.

E você, já vivenciou algo relatado no texto? Deixe a sua opinião e dúvidas comentando abaixo!

Você pode gostar também de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *